A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), dá início, nesta quarta-feira (18/01), ao ano letivo de 2023 da Rede Municipal de Ensino da capital, com coletiva de imprensa do secretário municipal de Educação, Wellington Bessa, no Cmei Goiânia Viva, a partir das 7h30.

A volta às aulas conta com ampliação de vagas, aumento de escolas de tempo integral, distribuição de kits de material escolar, novos repasses da Lei Escola Viva e melhoria da proposta pedagógica de ensino com o objetivo de manter em ascensão as notas obtidas na última avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Ao todo, o ano letivo tem início para as mais de 370 unidades de ensino da rede municipal, dentre escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) e Centros de Educação Infantil (CEI) conveniados. Para 2023, a gestão municipal ampliou em quase cinco mil o número de vagas na Educação Infantil (4.831) em relação ao último ano. Ao todo, foram disponibilizadas 14.976 vagas para este nível de ensino, e 10.091 vagas para estudantes do Ensino Fundamental, totalizando 25.067 vagas para alunos novatos. Na EJA (Educação de Jovens e Adultos), são mais de 7 mil vagas disponíveis para a população.

Outro diferencial da rede para este ano é a ampliação do número de escolas de tempo integral, que passou de 35, em 2022, para 45, em 2023. De forma inédita, os estudantes matriculados do 5º ao 9º ano receberão, a partir de janeiro, um kit de material escolar, anunciado pelo prefeito Rogério Cruz na premiação da Educação Destaque. Os kits contarão com cadernos para as disciplinas, caderno de desenho, apontador, borracha, canetinhas, tesoura sem ponta, cola branca, cola colorida e lápis de cor.

Lei Escola Viva
Na parte pedagógica, as aulas se iniciam com melhoria da proposta nas instituições de ensino, com o objetivo de manter em ascensão as notas obtidas na última avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), medidor oficial de qualidade de ensino do Ministério da Educação (MEC). Em 2022, Goiânia saltou de 9° para o 4º melhor Ideb nos anos iniciais do Ensino Fundamental, dentre as capitais brasileiras.

Para completar as ações do início do ano letivo, as unidades de ensino receberão novos repasses da Lei Escola Viva, para manutenção constante da estrutura física das escolas e Cmeis. Foram destinados R$ 33 milhões, divididos para todas as instituições de educação da Rede Municipal. Cada uma das unidades de ensino de Goiânia vai receber R$ 100 mil para melhorias na infraestrutura. A distribuição do recurso, de forma descentralizada, direto para a gestão escolar e cada conselho gestor, possibilita que cada reforma e adequação atenda especificamente às demandas das comunidades escolares.

Serviço
Assunto: Coletiva de Imprensa – Início do ano letivo de 2023 na Rede Municipal de Ensino de Goiânia
Dia: Quarta-feira (18/01)
Horário: 7h30
Local: Cmei Goiânia Viva, Rua GV 23, quadra 55, lote APM – Residencial Goiânia Viva

Secretaria Municipal de Educação (SME) – Prefeitura de Goiânia