O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, e a primeira-dama Thelma Cruz receberam, na manhã desta segunda-feira (23/8), 11 toneladas de alimentos não perecíveis arrecadados pela campanha Seplanh Solidária, da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh).

A campanha teve início em 13 de julho, com meta de arrecadar duas toneladas de alimentos. Mas as doações surpreenderam, e em menos de 45 dias atingiram 11 toneladas de itens como arroz, feijão, macarrão, óleo, café e biscoito.

As contribuições vieram de servidores da Prefeitura, do Sindicato dos Funcionários da Fiscalização Municipal de Goiânia (Sindiffisc) e de empresas como GAE e Cerrado Engenharia, Somos Engenharia, FGR Incorporações, AM3 Empreendimentos Imobiliários, Brasal e Grupo Flamboyant.

As cestas vão beneficiar famílias que atravessam dificuldades financeiras por conta da pandemia do coronavírus. A entrega dos alimentos será feita por meio do programa GynSocial, coordenado pela primeira-dama Thelma Cruz.

“Estamos aqui para estender uma mão amiga às pessoas em dificuldades. Receber hoje essas doações é motivo de muita alegria pra gente”, comemorou a primeira-dama.

A campanha da Seplanh faz parte de uma série de iniciativas realizadas pelos órgãos que compõem a gestão municipal para ajudar famílias da capital em situação de vulnerabilidade.

“Quero agradecer todos os servidores da Prefeitura, da Seplanh, todos os empresários que ajudaram. Temos aqui mais de 800 cestas, alimentos que vão chegar à mesa de quem mais precisa”, destacou o prefeito Rogério Cruz.

O titular da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação, Valfran Ribeiro, destacou que a Seplanh Solidária continua até dia 31 de agosto.

“Ainda dá tempo de participar! Toda doação será bem-vinda. Quem puder colaborar, é só vir até a sede da secretaria, no Paço Municipal. Vamos todos abraçar essa corrente do bem”, afirmou o secretário.

Divino Rufino, da Diretoria de Redação

Cestas

prefeitura de goiânia

seplanh