Saúde

Sensor para medição de diabetes será implantado em pacientes da rede pública

Lançamento do piloto do Projeto Aliviar será feito nesta sexta-feira (30/4), na UPA Jardim América

Publicado em: 29 de abril de 2021 às 17:24 | última atualização: 29 de abril de 2021 às 17:24

A Prefeitura de Goiânia lança nesta sexta-feira (30/4), às 10h, na UPA Jardim América, o Projeto Aliviar, para implantar dispositivos de alta tecnologia, que funcionam como sensores capazes de medir o índice de glicose no sangue, em pacientes da rede pública, que passam a ser monitorados pelo celular em tempo real.

O projeto, que contemplará 1.300 pacientes, tem como objetivo reduzir as complicações agudas e crônicas de Diabetes Melltus Tipo I. Além de ampliar a eficácia de monitoramento e minimizar o desconforto causado pela verificação diária dos níveis glicêmicos, o projeto visa aumentar a adesão dos usuários ao tratamento para diminuir a incidência de internações e óbitos causados por diabetes.

O secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso, ressalta a importância da tecnologia neste momento de pandemia. “Nós estamos em um momento delicado da Covid-19 e o Diabetes Melltus é tido como um dos fatores de risco mais evidenciados na taxa de mortalidade pelo vírus, representando 33% dos casos. Com essa tecnologia teremos melhor controle desses pacientes", explica.

Inicialmente, foram selecionados 210 pacientes, que serão monitorados em até 30 dias para checagem da tecnologia. Após esse período, os demais selecionados receberão o dispositivo.

O dispositivo
O sensor glicêmico, implantado no antebraço por 14 dias, é uma tecnologia que possibilita a disponibilização de dados da glicose e permite uma avaliação rápida da taxa glicêmica durante o seu uso, permitindo que a equipe médica consiga detectar problemas, como picos hiperglicêmicos e episódios de hipoglicemia.

Thiago Melo, da editoria de Saúde