Ouça a notícia aqui

A terceira e última etapa da campanha de vacinação contra o vírus Influenza segue até 9 de julho. Até o momento, 222.745 pessoas se vacinaram na capital, o que representa 41,1% de cobertura vacinal. Ainda que a média supere os índices nacionais, é preciso que quem se enquadre nos grupos elencados tire suas dúvidas e entenda a importância da vacinação, além de comparecer a uma das 54 salas de vacinação.

O que é o vírus influenza?

O vírus Influenza é um dos causadores da SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). 

Por que a campanha começa em abril?

Normalmente, o vírus começa a circular no Brasil a partir de março, atingindo os picos de casos no inverno. Por isso, a campanha começa entre março e abril, protegendo a população nos meses de maior incidência. 

Quais os principais sintomas causados pelo vírus?

Os sintomas mais comuns são: dores muscular, de garganta e de cabeça, além de tosse seca, coriza e febre alta que pode durar até três dias. O problema é quando a gripe evolui para quadros mais graves, como pneumonia. Ao perceber sintomas, é importante procurar atendimento médico para uma avaliação adequada e orientação de tratamento.

Por que é tão importante se vacinar contra a gripe?

A vacinação contra a gripe é essencial para reduzir as complicações e a mortalidade das infecções pelo vírus influenza, facilitar o diagnóstico entre Covid-19 e demais doenças respiratórias e evitar a sobrecarga do sistema de saúde.

Quem se vacinou contra a Covid-19 pode ser imunizado contra a Influenza?

Sim, quem já tomou a vacina contra a Covid pode ser vacinado também contra a gripe. O intervalo entre os dois imunizantes é de 14 dias.

Quem pode se vacinar contra a Influenza?

Os grupos elencados como prioritários são: 

  • Crianças (6 meses a menores de 6 anos)
  • Gestantes
  • Puérperas
  • Povos indígenas
  • Trabalhadores da saúde
  • Idosos com 60 anos ou mais
  • Professores
  • Comorbidades
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Caminhoneiros
  • Trabalhadores de Transporte
  • Coletivo Rodoviário Passageiros Urbano e de Longo Curso
  • Trabalhadores Portuários
  • Forças de Segurança e Salvamento
  • Forças Armadas
  • Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade
  • População privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas

As salas de vacinação podem ser visualizadas no site oficial da Prefeitura

Luciana Gomides, editoria de Saúde

H1N1

prefeitura de goiânia

Saude