Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Comunicação

Saúde realiza roda de conversas sobre sífilis com profissionais

O terceiro sábado do mês de outubro é dedicado ao Dia Nacional de Combate à Sífilis e o objetivo é capacitar os profissionais para melhor atender a população

Publicado em: 17 de outubro de 2019 às 16:00 | última atualização: 17 de outubro de 2019 às 17:48

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está realizando nos dias 17 e 18 de outubro, uma ação educativa sobre a sífilis junto aos profissionais da rede de atenção à saúde do município de Goiânia.

Estão sendo realizadas rodas de conversa, palestras e distribuição de material educativo. O objetivo é conscientizar os profissionais sobre como orientar a população sobre a doença e tratá-la adequadamente.

Na saúde pública a principal preocupação é a transmissão vertical (da mãe para o feto na gestação) da sífilis.

Dados da Gerência de Doenças e Agravos Transmissíveis evidenciam a tendência de aumento na taxa de detecção de sífilis nas gestantes, sendo que nos anos 2017 e 2018 foram registradas as maiores taxas dos últimos 13 anos. Em 2019, até o mês de outubro, já foram identificadas 304 gestantes doentes, com uma taxa de detecção de 14,2 casos para cada 1.000 nascidos vivos. Só em 2019, 46 crianças (2,1/1000 NV) apresentam a forma congênita da doença e quatro crianças morreram.

Um dos maiores problemas identificados entre as crianças que nasceram com a doença nos últimos dois anos foi que em pouco mais de 40%, as mães não realizaram os exames pré-natal, o que poderia mudar o atual quadro. Quando a doença é diagnosticada durante o período gestacional é possível realizar o  tratamento e evitar a contaminação do feto. A maior proporção de mulheres que não realizaram pré-natal são aquelas em vulnerabilidade social, incluindo uso de drogas e situação de rua.

O que é Sífilis

A sífilis é uma doença infecciosa de manifestações clínicas temporárias, com quatro fases (primária, secundária, latente e terciária). Sua manifestação congênita acarreta malformações ósseas, surdez e problemas neurológicos, podendo inclusive causar abortos e óbito fetal. Em Goiânia, o exame para diagnóstico de sífilis é oferecido gratuitamente a todas as gestantes durante o pré-natal, no 1º e 3º trimestre da gestação e no momento do parto, através do teste da mamãe e teste rápido, com o objetivo de garantir o diagnóstico e tratamento adequado. Este último está disponível em todas as unidades de atenção básica, de urgências e nas maternidades do município.

Serviço: Ação em comemoração ao Dia Nacional de Combate à Sífilis Capacitação dos profissionais médicos e enfermeiros da atenção básica do município de Goiânia-GO

Data: 17 e 18 de outubro (quinta e sexta-feira)

Horários: das 8 às 12 horas (quinta e sexta-feira) e das 14 às 18 horas (sexta-feira)

Local: Escola Estadual de Saúde Pública de Goiás Cândido Santiago - SEST-SUS – Sala 5 Endereço: Rua 26, 521 - Jardim Santo Antônio, Goiânia