O prefeito Rogério Cruz recebeu, nesta terça-feira (29/11), a seleção goiana masculina que foi vice-campeã no maior campeonato entre comunidades do mundo, a Taça das Favelas Nacional 2022. A Prefeitura de Goiânia deu apoio financeiro às equipes feminina e masculina formadas por moradores de comunidades vulneráveis de Goiânia e da Região Metropolitana da capital.

“Nosso reconhecimento a esses atletas que representaram Goiânia e Goiás e fizeram bonito nessa competição tão bonita, que engrandece e transforma a vida de tantos jovens”, destacou o prefeito, ao ressaltar a força do trabalho em equipe.

No evento realizado no Salão Nobre do Paço Municipal, que reuniu atletas e comissão técnica, a Central Única das Favelas (Cufa) homenageou o prefeito de Goiânia com uma camisa da Cufa Goiás.

O capitão da seleção, Paulo Henrique, falou sobre a responsabilidade de representar os goianos na competição. “Nos empenhamos dentro e fora de campo, e posso dizer que cumprimos o nosso papel”, disse o jovem.

“Além do desenvolvimento no esporte, também foi uma oportunidade de integração, interação e socialização dos nossos jovens, em uma competição que, com certeza, vai ficar na memória de todos para sempre”, afirmou o secretário municipal dos Esportes, Álvaro Alexandre.

Apoio
A Secretaria Municipal dos Esportes (SMESP) apoiou a participação das seleções masculina e feminina da Taça das Favelas 2022. Após a etapa disputada em Goiás, jogadores e jogadoras, comissão técnica e membros da delegação viajaram para o Favelão, fase nacional da competição, em São Paulo, com suporte financeiro da prefeitura.

Foi a primeira vez que uma equipe de Goiás participou da fase nacional. Sendo as equipes formadas por jogadores e jogadoras que se destacaram na Taça das Favelas Goiás 2022.

A seleção feminina, sem limitação de idade, fez bons jogos contra outros estados, e encerrou sua participação na fase inicial. Já a masculina, com adolescentes entre 16 e 17 anos, avançou invicta até a final, superando os times dos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí e Rio de Janeiro. A final foi disputada contra o São Paulo, no dia 19 de novembro, na Arena Barueri, quando a equipe goiana perdeu a disputa nos pênaltis.

Participaram da solenidade, dentre outras autoridades, o presidente da Central Única das Favelas de Goiás (Cufa-GO), Breno Rodrigues Cardoso, vereador Dr. Gian, o técnico Lindomar Alves Pereira, e o secretário municipal de Governo, Michel Magul.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia