O prefeito Rogério Cruz assinou, na tarde desta quinta-feira (04/08), portaria que prorroga o prazo de licenciamento das permissões de táxi em Goiânia até o dia 31 de dezembro de 2022. A medida beneficia 942 profissionais cadastrados na Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) que se encontram em atraso, e que, por esse motivo, não cumpririam com os critérios estabelecidos para inclusão no programa de auxílio do Governo Federal, que destinará à categoria parcelas mensais de R$ 1 mil, de julho a dezembro deste ano, para compensar os efeitos do aumento no preço dos combustíveis.

“Tudo que for possível fazer para ajudar o trabalho de vocês, taxistas, tenham a certeza de que faremos. Essa medida é para ajudar vocês, tão importantes para nossa cidade, moradores e para aqueles que visitam Goiânia”, afirmou o prefeito.

De acordo com o secretário municipal de Mobilidade, Horácio Mello, a prefeitura concede novo prazo para o licenciamento por entender a dificuldade em que muitos profissionais se encontram. “Entendemos a situação difícil dos nossos taxistas e estamos ajudando. Agora, queremos que todo mundo esteja regular e o serviço continue funcionando para atender a cidade”, declarou.

Para o presidente da Cooperativa dos Motoristas de Táxi do Aeroporto de Goiânia (Coopertag), Robertinho do Táxi, “os taxistas nunca tiveram atenção especial como estão recebendo agora da prefeitura”. “Agradecemos ao prefeito Rogério Cruz pela sensibilidade com a nossa categoria”, disse.

Taxista há 10 anos em Goiânia, Ulisses Soares comemora a portaria assinada pelo prefeito. “Eu e muitos colegas passamos por uma situação difícil por causa da pandemia. Agora, com a ajuda do prefeito, teremos um prazo a mais para consertar a nossa situação financeira e renovar o licenciamento”, pontuou.

Dos 1.916 permissionários em Goiânia, 974 estão com licenciamento em dia. Aqueles que se encontram com licenciamento vencido, a partir de 1º/01/2020, devem proceder à regularização das permissões até 31/12/2022, tendo em vista a plena execução da atividade. O permissionário que não fizer a atualização até a data estabelecida pagará multas, juros e encargos retroativos a 01/01/2020.

Participaram da solenidade o vereador Anselmo Pereira; presidente da CMTC, Tarcísio Abreu; secretário executivo de Mobilidade, Ciro Meirelles; presidente do Sinpertax, Joaquim Nascimento; presidente do Sindtax Goiânia, Humberto Mendes; presidente da Cooperativa de Consumo dos Motoristas de Goiânia, Hélio Teodoro, e o presidente do Sinatran, Valdeci Campos.

Fotos: Jackson Rodrigues

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia