Durante a solenidade em que entregou 2,1 mil cartões da 4ª etapa do Renda Família + Mulher a beneficiárias da Região Noroeste, o prefeito Rogério Cruz ressaltou a importância do benefício para famílias em situação de vulnerabilidade social.

“O Renda Família + Mulher leva dignidade para a mesa de muitas famílias. O objetivo é chegar a um mínimo de condições para as mulheres mais carentes. Para a esposa que perdeu o marido para a Covid-19, ou que perdeu o emprego e cuida dos filhos sozinha. A prefeitura trabalha para que a cada dia possamos dar condições e qualidade de vida para essas mulheres”, disse. O evento foi realizado na Escola municipal Maria da Terra, no Bairro Floresta.

A secretária Municipal de Políticas para Mulheres (SMPM), Tatiana Lemos, afirmou que a prefeitura adotou uma postura proativa durante a pandemia de Covid-19. “Alguém passa na porta da sua casa para oferecer alguma coisa? Foi exatamente isso que o prefeito Rogério Cruz fez. Fomos na porta de cada uma com o Renda Família + Mulher, para oferecer a elas R$ 1.800 para ajudar com a alimentação. Isso é um sonho, nunca aconteceu em Goiânia”, observou.

Cada beneficiária recebe auxílio de R$ 1,8 mil, divididos em seis parcelas de R$ 300, creditadas no dia 10 de cada mês. O valor é destinado à compra de alimentos e itens de higiene pessoal. Até o final de julho, 23 mil famílias terão sido atendidas.

O prefeito lembrou que o município oferece centenas de cursos profissionalizantes para mulheres em situação de vulnerabilidade, incluindo panificação, confeitaria, conserto de celulares, dentre outros. “Alguns cursos a prefeitura traz até você por meio do caminhão do SENAI”, disse. A secretária Tatiana Lemos explicou que, em alguns cursos, a prefeitura também oferece a passagem de ônibus para o beneficiário, enquanto outros contam com aulas on-line.

Beneficiárias
Cleidiene Francisca, de 20 anos, mãe do Brian Cardoso, de um ano, compareceu ao evento para receber o cartão do programa Renda Família + Mulher. Ela explicou que o recurso é importante para complementar a renda familiar e adquirir produtos básicos. “Vou utilizar para comprar arroz e mistura, além da fralda do neném”, contou.

Cleidiene Francisca, de 20 anos, mãe do Brian Cardoso, utiliza o recurso do programa Renda Família + Mulher para aquisição de produtos essenciais: “Vou utilizar para comprar arroz e mistura, além da fralda do neném”

Paula Cristina, de 24 anos, levou os três filhos para receber o cartão do benefício. Ela explica que não trabalha porque precisa cuidar dos filhos em casa. “Esse benefício é muito importante para comprar comida e fraldas para as crianças. Agora, com essa possibilidade dos cursos da prefeitura, vou procurar uma oportunidade para trabalhar de casa”, disse.

Paula Cristina, de 24 anos, é beneficiária do Renda Família + Mulher e agora vai procurar uma vaga em curso profissionalizante oferecido pelo município: “Esse benefício é muito importante para comprar comida e fraldas para as crianças”

Participaram da solenidade os secretários municipais Michel Magul (Governo), Valfran Ribeiro (Planejamento Urbano e Habitação), Luan Alves (Meio Ambiente), Gustavo Cruvinel (Controladoria), Carlos Júnior (GoiâniaPrev) e Wellington Paranhos (Guarda Civil), além dos conselheiros tutelares Júnior Borges e Jhony Moreno.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia

#rendafamília #mulheres #auxíliofinanceiro

prefeitura de goiânia

Renda Família Mais Mulher