A Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), executou, nesta semana, impeza de lotes particulares autuados pela Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) por falta de limpeza. Dentre os setores atendidos, estão Jardim Presidente, Setor Faiçalville, Moinho dos Ventos, Jardim Pompeia e Residencial São Marcos.

O Código de Posturas de Goiânia determina que os terrenos particulares devem ser roçados e limpos pelos proprietários, evitando acúmulo de lixo, atração de animais peçonhentos e condições para abrigar criminosos. A altura máxima permitida de gramas ou vegetações rasteiras em lotes particulares não edificados é de 40 centímetros.

Os imóveis irregulares são notificados pela Amma, com prazo de oito dias para que os proprietários efetuem a limpeza. Em caso de descumprimento, o proprietário recebe auto de infração com multa. Depois disso, se o imóvel continuar em situação inadequada, a Comurg executa a limpeza, e o serviço é cobrado do dono do lote no Imposto Territorial Urbano (ITU).

A dona de casa Maria Isolina, de 70 anos, é vizinha de terreno alvo de limpeza pela Comurg, no Residencial São Marcos, e elogia o serviço. “O ideal é que todos tivessem consciência e limpassem por conta própria seus imóveis para manter o bairro organizado. Mas, infelizmente, parece que alguns ainda não aprenderam a viver em comunidade”, afirma a idosa.

As pessoas que moram próximas a lotes baldios e notarem que os locais estão em situação irregular, podem informar a administração municipal pelo telefone 161 ou pessoalmente na Amma, no Setor Central.

Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) – Prefeitura de Goiânia

Comurg

prefeitura de goiânia