A prefeitura de Goiânia liberou o tráfego no elevado do viaduto João Alves de Queiroz, no cruzamento da Avenida 85 com a T-63, às 5h da manhã desta segunda-feira (22/08). As equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) concluíram a retirada das placas de material de alumínio composto (ACM) e técnicos da pasta realizaram uma vistoria, que atestou que a estrutura está estável e segura. A Secretaria Municipal de Cultura (Secult) vai promover intervenções de arte urbana no local.

“Liberamos, na madrugada desta segunda, o tráfego no elevado do Viaduto João Alves de Queiroz, após um trabalho minucioso da Seinfra. Nossos funcionários fizeram reparos no cabeamento externo dos pilares atingidos pelo fogo. Devolvemos o estado inicial da estrutura”, afirmou o secretário de Infraestrutura, Everton Schmaltz.

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, anunciou a liberação do viaduto em mensagem pelas redes sociais na última sexta-feira (19/08). Cruz também disse que o laudo apontou que a estrutura é segura para o uso da população. “Foi um trabalho duro e contínuo. Estamos felizes em devolver à população um viaduto tão importante para o trânsito da capital”, afirmou.

Às 5h, agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) estiveram no local, a pedido da Seinfra, para realizar a retirada do bloqueio e a liberação do tráfego. A Secult já está de posse do cronograma de obras para realizar as intervenções de arte urbana no local.

Histórico
As placas do viaduto João Alves de Queiroz foram incendiadas após um homem usar fogo para tentar encontrar uma porção de droga que havia perdido no local, no dia 15 de julho. A trincheira da Avenida 85 e a rotatória no nível da Avenida T-63 foram liberadas para tráfego após análise dos técnicos. No dia 10 de agosto, a Seinfra realizou a aplicação de argamassa de alta resistência em dois pilares que tiveram danos superficiais por causa do incêndio.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia