A Prefeitura de Goiânia, por meio da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e da Companhia Municipal de Urbanização (Comurg), fará mais uma retirada de jamelões no sábado (24/09) e domingo (25/09), na Avenida Fued José Sebba, no Jardim Goiás. Cerca de 70 árvores da espécie deverão ser removidas. Objetivo é garantir mais segurança para as vias da capital.

A extirpação dos jamelões já está autorizada, uma vez que Comurg realizou, em anos anteriores, o plantio de novas mudas na via, que já estão na fase adulta. “Também serão plantadas mudas de outras espécies recomendadas para a via, com tamanho médio de dois metros”, afirma o presidente da Amma, Luan Alves.

De acordo com o Plano Diretor de Arborização Urbana de Goiânia (PDAU), de 2007, a cidade possuía 1.257 árvores de jamelão, por amostragem. De janeiro até agosto de 2022, mais de 350 jamelões haviam sido retirados das vias públicas. Todas as remoções foram em locais de maior incidência de acidentes.

Há um mês, a prefeitura retirou mais 50 árvores, após plantio de espécies apropriadas para os canteiros centrais na Avenida Fued José Sebba. “Se considerarmos o PDAU, serão mais de 40% dos jamelões retirados com as ações, apenas neste ano”, explica o superintendente de Gestão Ambiental e Licenciamento da Amma, Ormando Pires.

Força-tarefa
Com a antecipação do período chuvoso, uma força-tarefa conjunta entre Amma, Comurg e Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) colabora para a retirada e garantia da segurança nas vias. A prefeitura realiza, ainda, a poda vertical das árvores para evitar a incidência e queda dos frutos.

A população pode solicitar serviço de limpeza da via e registrar reclamações sobre jamelões em canteiros centrais por meio do telesserviço da Comurg: (62) 3524-8555 ou WhatsApp, pelo número: (62) 9 8596-8555. Será feita a análise para extirpação, poda e a varrição no local de incidência de queda dos frutos.

A SSM tem apoiado a população com a interdição parcial de vias, até a limpeza onde há, ainda, incidência elevada de frutos. De acordo com o diretor de Fiscalização de Trânsito da pasta, Henrique Addad, a recomendação é que os condutores tenham cautela e sigam as orientações das autoridades de trânsito para o período chuvoso.

“A nossa equipe tem sinalizado os pontos mais críticos, mas o limite de velocidade e a distância segura entre os veículos é essencial nesse período. Muitos desses locais estão com óleo na pista, areia e outros rejeitos, além dos frutos do jamelão acumulados no período de estiagem”, explica Addad.

Cabe à Amma Goiânia autorizar a retirada dos exemplares de jamelão após plantio de espécies apropriadas para os canteiros centrais. Além de mudas de ipês, as avenidas recebem outras espécies, como escumilhas-africanas, patas-de-vaca e cega-machado, em um processo gradativo focado em reduzir o impacto ambiental na cidade, e garantir a segurança de motoristas e pedestres que passam por essas vias.

Já a Comurg, após receber a autorização da Amma, realiza o plantio das novas espécies de árvores, e executa a retirada e poda dos jamelões. Atualmente, a Secretaria Municipal de Mobilidade informa a AMMA e a Comug sobre os pontos críticos, como proximidades de curvas e locais onde não há necessidade de frenagem, para execução de serviços.

“Em locais que precisam da extirpação imediata de jamelões, a Amma autoriza a retirada apenas com o plantio de mudas com mais de dois metros, pois chegarão à fase adulta mais rápido, reduzindo o impacto ambiental, colaborando com a arborização da cidade e permitindo a infiltração de água, além do refúgio e ninhos para a fauna”, explica Ormando Pires.

A Amma prepara, ainda, o relatório técnico para retirada imediata de jamelões na Avenida Antônio Fidélis, no Parque Amazônia. Nesta via, todas as árvores dessa espécie devem ser extirpadas, pois a Prefeitura de Goiânia havia realizado o plantio de outras espécies, que já estão na sua fase adulta. A remoção será imediata, após envio de relatório técnico, já em execução pela Amma.

Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) – Prefeitura de Goiânia

prefeitura de goiânia