A Prefeitura de Goiânia encaminhou 32.066 pessoas para o mercado de trabalho em 2022. Os profissionais foram selecionados por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine). O número é quase seis vezes superior ao de 2020, quando 5.490 pessoas foram direcionadas com o auxílio da plataforma.

“É um recorde que nos orgulha. A prefeitura tem se colocado como uma facilitadora e parceira, tanto do setor produtivo como do cidadão. Oferecemos cursos profissionalizantes e buscamos aproximar o trabalhador de uma oportunidade de emprego”, destaca o prefeito Rogério Cruz.

O Sine Goiânia é referência na Região Centro-Oeste em intermediação de mão de obra, principalmente pelo método utilizado na captação e oferta de vagas. No ano de 2022 foram realizados 27.000 atendimentos.Os interessados em ofertar vagas de emprego podem solicitar a visita dos responsáveis pela captação de vagas do Sine Goiânia pelo telefone (62) 3524-1386. Será preenchido um formulário com os dados da empresa e o Sine faz a confirmação para realizar a abertura de vaga. É importante destacar que qualquer empregador pode buscar a contratação pelo Sine, não apenas CNPJ, mas também pessoa física. O serviço é totalmente gratuito.

“Tivemos, em 2022, um trabalho intenso e desafiador para oferecer vagas de emprego para pessoas em situação de vulnerabilidade, dando toda orientação e preparação, para que esse candidato encaminhado conseguisse efetivar a contratação”, diz o Secretário de Desenvolvimento e Economia Criativa, Silvio Souza.

“O Sine Goiânia é o caminho mais rápido para quem procura entrar no mercado de trabalho. A grande vantagem é que é feita uma triagem, pegando o perfil do trabalhador e direcionando exatamente para as empresas que estão precisando daquele perfil”, destaca o diretor do Trabalho do Sine Goiânia, Anderson Soares.

Incentivos

A prefeitura tem realizado um trabalho voltado para o incentivo do empreendedorismo na capital. O novo Código Tributário Municipal de Goiânia (CTM) é considerado um dos mais modernos do país, com incentivos fiscais para franquias e novas empresas se instalarem no município. Somente no segundo semestre do ano passado, a Secretaria de Desenvolvimento e Economia Criativa liberou 3.653 alvarás de funcionamento na capital. Média de 609 documentos por mês.

prefeitura de goiânia