A Prefeitura de Goiânia realizou, na manhã desta sexta-feira (12/08), blitz de conscientização pelo fim da violência contra a mulher. A ação integra a campanha do Agosto Lilás, e distribuiu três mil panfletos informativos que, além dos tipos de violência, traziam os canais de denúncia. A mobilização envolveu a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) e a Patrulha Mulher Mais Segura, da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Durante a ação, as equipes abordaram usuários e motoristas do transporte coletivo que passavam no terminal. No material, constavam as cinco categorias da violência contra a mulher (física, psicológica, moral, sexual, patrimonial e econômica), além dos serviços que a prefeitura, Ministério Público e órgãos de segurança oferecem para dar suporte às vítimas.

Segundo dados apresentados pela secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Tatiana Lemos, uma em cada três mulheres sofrem violência no Brasil, e muitas nem sabem que são vítimas. “O cenário decorre do desconhecimento das várias formas de violência, dentre elas, a patrimonial e a psicológica, por isso é fundamental levar informação, inclusive sobre os canais de denúncia e rede de proteção para encerrar o ciclo de violência”, pontuou.

A Patrulha Mulher Mais Segura, cuja equipe é composta por 19 integrantes, tem o apoio dos agentes da GCM e do grupamento especializado da Ronda Municipal (Romu) para a detenção do agressor, em casos de quebra da medida protetiva. O objetivo da rede é amparar a mulher em situação de violência com atendimento jurídico, saúde e psicológico, cursos profissionalizantes, abrigo e grupos de reflexão para agressores.

A Comandante Luiza Sol, à frente da patrulha, reforçou que, mais do que atender às mulheres vítimas da violência, é feito um trabalho de prevenção. “Por isso, ministramos palestras e participamos de eventos nos quais entregamos materiais informativos que orientam a mulher sobre como quebrar o ciclo da violência”, frisa.

Existem pelo menos sete canais aptos a receber denúncias de violência contra a mulher em Goiânia. Além da SMPM e Patrulha Mulher Mais Segura, a rede de denúncia é composta pela promotoria das mulheres, no Ministério Público Estadual, 1ª e 2ª Delegacias Especializadas em Atendimentos à Mulher (Deam), localizadas no Centro e Jardim Curitiba II, respectivamente, a Patrulha Maria da Penha, da Polícia Militar, e o Núcleo Especializado de Defesa e Promoção dos Direitos da Mulher (Nudem).

Agosto Lilás
A ação faz parte do calendário do Agosto Lilás, campanha de conscientização e combate à violência contra a mulher. Durante todo o mês, a Prefeitura de Goiânia realizará ações alusivas ao tema, dentre elas, o lançamento da campanha “Violência contra Mulher não tem desculpa! Tem Lei”, na próxima segunda-feira (15/08).

Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres (SMPM) – Prefeitura de Goiânia