A Prefeitura de Goiânia, por meio do Instituto Municipal de Assistência à Saúde dos Servidores de Goiânia (Imas), assinou convênio com a Universidade Federal de Goiás (UFG) para a realização de auditoria financeira e operacional em saúde, análise técnico-jurídica, planejamento e consultoria para a reestruturação do instituto.

Segundo o prefeito Rogério Cruz, o convênio atende à recomendação do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) e do Tribunal de Contas do Município (TCM) para que sejam adotadas medidas que garantam autonomia administrativa e financeira do instituto.

“O convênio resultará em um diagnóstico completo do Imas, e fundamentará um conjunto de medidas necessárias para que ele alcance a autossuficiência. Assim, teremos o suporte necessário ao processo decisório, com a expertise de um grupo de trabalho altamente qualificado da UFG”, destaca Rogério Cruz.

O presidente do Imas, Welmes Marques, aponta que o convênio com vigência de dois anos com a Universidade Federal de Goiás demonstra a seriedade da gestão municipal em buscar uma transformação e completa reestruturação do instituto.

“A universidade contará com o nosso respaldo e colaboração total, que inclui a liberação de acesso a todos os documentos, dados e senhas. O Imas está aberto para que seja feito um trabalho criterioso, transparente e sem interferências”, garante Welmes Marques.

Ainda de acordo com o presidente do instituto, a implementação do pagamento cronológico é uma das medidas que atestam o trabalho em curso, para que as falhas detectadas no Imas sejam corrigidas. “Apresentamos esse modelo ao TCM e MP, e assim temos trabalhado, com transparência e colaboração”, assinala.

UFG
Para a reitora da UFG, Angelita Pereira de Lima, a prestação de serviços à sociedade é fortalecida pela parceria entre universidade e instituições. “As universidades têm sido chamadas a colaborar com a comunidade”, afirma.

“É nosso interesse que essa parceria com a Prefeitura de Goiânia seja madura, constante e continuada. Com esse convênio, cada ponta dará sua parte para que o Imas seja um instituto que cumpra os seus objetivos”, afirma a reitora, ao destacar o grupo de trabalho altamente qualificado, envolvido no projeto.

A professora Dra. Luana Ribeiro detalha que a auditoria e consultoria ao instituto, que atende a mais de 80 mil beneficiários, abrange planejamento, organização, auditoria, controle e implementação de ferramentas, divididos em quatro grandes eixos: saúde, financeira, jurídica e de gestão.

“Isso resume a coluna vertebral do projeto, que conta com diversos instrumentos, relatórios e estratégias técnico-científicas”, explica Luana, ao frisar que o trabalho não consiste somente em apontar problemas, mas prestar consultoria de gestão e reestruturação para melhorias de gestão.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia

prefeitura de goiânia