A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), ampliou a quantidade de escolas de tempo integral na rede municipal de Educação para o ano letivo de 2023. O número cresceu de 35 para 45.

As Escolas Municipais de Tempo Integral (EMTI) de Goiânia buscam trabalhar a partir da potencialização e do uso dos tempos e espaços. “A gestão atual, compreendendo a importância do atendimento em tempo integral, inovou a proposta e, nesse cenário, entende o exercício pedagógico como uma prática social complexa, articulada por interações entre professores e estudantes”, afirma o secretário de Educação, professor Wellington Bessa.

Para isso, são executadas práticas multidisciplinares que consideram de forma específica as necessidades dos estudantes em conjunto com as orientações pedagógicas. Nas EMTI, há o desenvolvimento do Núcleo Comum em articulação com o Núcleo Diversificado, que propõe o cumprimento do currículo nas áreas do conhecimento específico e obrigatório, como Matemática, Língua Portuguesa, Educação Física, Ciências, História, Geografia e Arte, no Núcleo Comum, e Letramento, Numeramento, Práticas de Leitura e Escrita, Estudos Matemáticos, Tutoria e Higiene e Alimentação, no Núcleo Diversificado.

As pré-matrículas para alunos novatos do Ensino Fundamental estão abertas, e pais e responsáveis podem fazer a solicitação de vagas para as unidades por meio do site da Secretaria Municipal de Educação (sme.goiania.go.gov.br), na aba do “e-matrícula”.

Confira aqui a lista das 45 unidades de ensino que atenderão em período integral em 2023

Secretaria Municipal de Educação (SME) – Prefeitura de Goiânia

prefeitura de goiânia