A Prefeitura de Goiânia entregou quatro novos caminhões para uso na coleta seletiva e aumentou a frota para 20 veículos, nesta quarta-feira (14/09). Com o investimento, a capacidade de recolhimento de resíduos recicláveis na capital ficou 20% maior. De acordo com a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), a meta é recolher 559 toneladas por semana.

“A coleta seletiva é muito importante para o planeta e para a vida das pessoas. A partir dela, estamos contribuindo com a reciclagem de lixo, geração de emprego e com a preservação do meio-ambiente”, ressalta prefeito Rogério Cruz.

Os novos caminhões são do tipo toco baú, mesmo modelo dos outros veículos já utilizados pela Comurg. De acordo com o presidente da Comurg, Alisson Borges, com o reforço na frota a coleta seletiva poderá alcançar locais com maior produção de recicláveis diariamente.

“O objetivo da Comurg é aperfeiçoar as atividades de limpeza pública e garantir mais agilidade e qualidade. A população pode e deve contribuir, separando o lixo reciclável, como pástico, papel, metal e vidro, em um único recipiente que deve ser deixado na porta de sua casa no horário e dia indicados no site da Prefeitura de Goiânia”, explica o presidente da Comurg.

Todo material recolhido é encaminhado para as 13 cooperativas de reciclagem cadastradas no Programa Goiânia Coleta Seletiva.

Resíduos recicláveis
Caixa de papelão, sacos e embalagens plásticas, papéis brancos ou pardos, revistas, jornais, garrafas plásticas, potes e latas de alumínio, plásticos e vidros.

Resíduos não recicláveis
Cascas de frutas e verduras, sobras de alimentos, embalagens de marmitex (alumínio e isopor), lâmpadas, frascos de medicamentos e dejetos sanitários, como fraudas descartáveis ou papéis higiênicos.

Fotos: Fernando Leite

Companhia de Urbanização de Goiânia – Prefeitura de Goiânia