Educação

Pré-cadastro para matrículas 2020 começa hoje

Etapa visa à facilitação das matrículas, que tem início no dia 3/12 para escolas e 17/12 para Cmei. Número de CPF da criança é obrigatório já nesta fase

Publicado em: 01 de novembro de 2019 às 08:06 | última atualização: 01 de novembro de 2019 às 08:09

A Prefeitura de Goiânia inicia, a partir desta sexta-feira, 1° de novembro, o cadastro antecipado para posterior solicitação de vagas em escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). Por meio do site da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), os pais e responsáveis devem cadastrar informações pessoais da criança e da família. A antecipação desta etapa visa facilitar os requerimentos de matrícula, dar celeridade ao processo e evitar congestionamentos do sistema. Acesse aqui o link para pré-matrícula.

A primeira parte do processo é a inserção dos dados do candidato a aluno. Nele, é obrigatório conter o número de CPF da criança, nome completo, número do NIS (somente para quem é beneficiário do Bolsa Família), sexo, se possui alguma necessidade especial, se é gêmeo e data de nascimento. Nesta última, é importante colocar de acordo com a certidão de nascimento, pois o dado influencia diretamente na oferta de vagas.

A segunda parte é a inserção de dados do responsável, que deverá conter CPF, nome completo, qual membro da família (pai, mãe, avó, etc), data de nascimento, número do NIS (caso possuir Bolsa Família), dois números de telefone, com DDD 62, e endereço completo. Em caso de pais menores de idade, o cadastro deverá ser efetuado pelo responsável dos pais. Por último, vem os dados socioeconômicos, devendo conter a quantidade de membros da família que moram na casa, quantos membros possuem renda, qual a renda total da família, qual o tipo de moradia (aluguel, própria, financiada, emprestada) e o bairro.

Mudanças para 2020
Além da antecipação do cadastro socioeconômico e familiar, outras duas mudanças nas matrículas 2020 foram anunciadas: a obrigatoriedade do número de CPF da própria criança para a solicitação de vagas, transferências e renovação de matrículas e a destinação de 40% das vagas de Educação Infantil para mães trabalhadoras que comprovarem vínculo empregatício (contracheque, carteira de trabalho ou MEI). Portadores do Bolsa Família tem 20% das vagas e o restante dos 40% são para a população geral.

As matrículas na rede municipal de ensino têm início no dia 3 de dezembro, com a solicitação de vagas para o Ensino Fundamental (escolas) e, no dia 17, começam as inscrições para a Educação Infantil. Ambos serão feitos somente de forma online, por meio do site da Prefeitura de Goiânia ou do site da SME.

Núbia Alves, da editoria de Educação e Esporte