Pensando nas necessidades e no bem-estar dos animais de estimação, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia de Urbanização (Comurg), trabalha para ampliar a construção dos pet places, espaços de convivência para a população e seus animais de estimação.

A partir deste mês, praças construídas, reformadas ou revitalizadas contarão com a instalação destes espaços de entretenimento. Toda a estrutura do ambiente – na sua grande maioria utilizado por cães e gatos de pequeno, médio e grande porte – foi projetada pensando nas necessidades particulares de cada animalzinho.

Para que a diversão seja garantida, os pet places contam com quatro aparelhos: um túnel, de aproximadamente 5 metros, construído com manilhas de concreto, arcos de pneus sustentados por balizas, rampa de madeira contendo degraus para exercícios de fortalecimento muscular e barras verticais simulando obstáculo de agilidade para que o pet se movimente entre elas.

Foto: João Araújo

Apesar de ser uma novidade na capital, Goiânia já conta atualmente com seis pet places: Praça do Sol, setor Oeste, Praça da avenida T-03 com T-52, setor Bueno, Praças das Artes, Jardim Goiás, Praça da rua Santa Terezinha, Vila João Vaz, Praça do Triângulo, Bairro Alto da Glória e Praça dos Namorados, no Parque das Laranjeiras.

Para o prefeito Rogério Cruz, quanto mais espaços em ambientes públicos para os animais de estimação, mais oportunidade de lazer também terá a população. “Os bichinhos de estimação são como parte da nossa família, e meu desejo é que os espaços de convivência incluam, cada vez mais, os pets.”

Instituímos a ampliação dos pet places em nossa gestão, e o projeto é para que, a partir deste mês, toda praça construída, revitalizada ou reformada receba a instalação do espaço. Até o final de nossa gestão muitos outros serão entregues. Estes espaços promovem também uma socialização para os donos de pets

Rogério Cruz

O presidente da Comurg, Alex Gama, entende que esses espaços são fundamentais. “O espaço colabora muito para a saúde do animal, principalmente àqueles que vivem fechados em apartamentos, por exemplo; a consequência disso é um animalzinho ansioso, irritado e, em algumas situações, com sobrepeso. Sabemos que estes ambientes abertos são propícios para evitar tais desgastes. Por isso vamos instalar muitos deles por toda capital”, disse o presidente.

Rondinelli Dantas, da editoria de Urbanização

Comurg

Pet places

prefeitura de goiânia