Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

População volta às ruas e denúncias de aglomeração aumentam

Aplicativo para denúncia de pontos de aglomeração e de serviços não essenciais já recebeu quase nove mil registros

Publicado em: 13 de maio de 2020 às 10:34 | última atualização: 13 de maio de 2020 às 10:34

Foto: TV Anhanguera

Visto como uma das principais ferramentas de combate ao novo coronavírus, o aplicativo para denúncia de pontos de aglomeração e de serviços não essenciais já recebeu quase nove mil registros.

 Com o aumento do número de casos em todo estado e principalmente na Capital, o Governo do Estado e a Prefeitura de Goiânia devem aumentar nesta semana, as medidas restritivas no comercio e em áreas com aglomeração, com isso, a expectativa é que o número de denúncias diminua junto com os números de casos.

 A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), pasta que gerencia o aplicativo, mostrou que das quase nove mil denúncias 4,926 são de pontos de aglomeração e 3,839 são de lojas ou pontos comerciais abertos, sem seguir orientações do decreto estadual.

 O comando da Guarda Civil Metropolitana (GCM) lembra que a fiscalização continua em parceria com fiscais da Prefeitura e Policia Militar, inclusive em parques e praças da cidade, que concentram boa parte dos aglomerados.

 De acordo com o gerente de Articulação da GCM, José Pires, equipes foram reforçadas e academias ao ar livre já foram interditadas. “Vamos seguir sempre a recomendação do comando, que é orientar a população a não se aglomerar e não usar os equipamentos, caso isso não resolva, vamos autuar o cidadão”, afirma.

 Em entrevista a uma emissora de TV na manhã desta quarta-feira, 13, o titular da Sedetec Walisson Moreira, afirmou que as empresas passam a ser obrigadas a cumprir o escalonamento de horários. “Tem uns dias que iniciamos as medidas, porém, as empresas não cumpriram da forma que orientamos, por isso, agora a medida será obrigatória”, afirma.  

 As denúncias que chegam ao aplicativo são direcionadas à Guarda Civil Metropolitana (GCM) e à Fiscalização da Secretaria de Planejamento (Seplan). As demandas são verificadas e posteriormente as equipes são deslocadas aos locais que foram denunciados.

 O objetivo da ferramenta é contar com o apoio da população para evitar e combater aglomeração de pessoas, assim como a abertura de comércios, indústrias, feiras, eventos e demais estabelecimentos que tiveram o funcionamento suspenso pelos decretos governamentais.

De forma ágil e com poucos cliques, o cidadão poderá contribuir com o Poder Público no combate à disseminação do coronavírus (Covid-19). Para isto, basta acessar o aplicativo (disponível nas lojas de aplicativos das plataformas android e IOS) e selecionar as opções “COVID-19 - Aglomerações”, quando identificados pelo cidadão os locais com possíveis aglomerações de pessoas, e “COVID-19 - Estabelecimento Aberto”, quando identificados pelo cidadão os estabelecimentos abertos sem autorização. A denúncias podem ser realizadas de forma anônima.

Veja como é fácil:

1 - Acesse o aplicativo Prefeitura 24 horas em seu smartphone (lembrando que o acesso pode ser feito de maneira anônima)

 2 - Selecione a opção que desejar, sendo para denúncia de aglomerações ou estabelecimento aberto

 3 - Descreva sua solicitação, insira uma imagem se desejar e pontue em qual local foi encontrado a aglomeração ou estabelecimento aberto

 4 - Clique em enviar e sua solicitação será direcionada diretamente à Agência da Guarda Civil Metropolitana.

 Após o envio, você poderá acompanhar o andamento em “Minhas Solicitações”.

Diego Reis, da Diretoria de Jornalismo