Coronavírus

Pfizer e Coronavac estão disponíveis para segunda dose em gestantes e puérperas

Capital goiana segue nota informativa da Secretaria Estadual de Saúde e disponibiliza os imunizantes, para as que tomaram primeira dose de AstraZeneca, no Ciams Dr Domingos Viggiano, localizado no setor Jardim América

Publicado em: 15 de julho de 2021 às 17:39 | última atualização: 15 de julho de 2021 às 19:17

Tamanho da fonte:
-A A A+
Ouça a notícia aqui

Após definição de nota informativa da Secretaria Estadual de Saúde (SES) de número 13/2021 encaminhada aos municípios, a Prefeitura de Goiânia começa aplicar a segunda dose de vacinas contra a Covid-19 em gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto) que tomaram primeira dose de AstraZeneca.

Para a imunização, o atendimento será a partir desta sexta-feira (16/7) no Ciams Dr. Domingos Viggiano (antigo Ciams Jardim América), das 8h às 17h, sem agendamento, e a gestante precisa levar a prescrição médica e um comprovante da gestação.

Conforme o documento, “as gestantes e puérperas podem optar por tomar a segunda dose, após o intervalo habitual preconizado (12 semanas), preferencialmente com a vacina da Pfizer e nos locais onde não estiver disponível com a Coronavac, mediante e obrigatoriamente apresentação de prescrição médica”.

Ainda na nota, a SES informa que as gestantes e puérperas, incluindo as sem fatores de risco adicionais, que já tenham recebido a primeira dose da Coronavac ou Pfizer deverão completar o esquema com a mesma vacina nos intervalos habituais.

Por fim, as gestantes e puérperas (incluindo as sem fatores de risco adicionais) que já receberam a primeira dose da vacina da Astrazeneca poderão também aguardar o término do período da gestação e puerpério (até 45 dias pós-parto) para a administração da segunda dose da vacina do mesmo laboratório.

Mauro Júnio, da editoria de Saúde