Infraestrutura

Obras emergenciais da prefeitura contêm estragos das fortes chuvas

Alguns exemplos são as intervenções realizadas na Rua da Divisa (Setor Jaó), no Jardim América, na Vila Roriz, na Vila São José

Publicado em: 14 de março de 2021 às 09:04 | última atualização: 14 de março de 2021 às 10:24

Tamanho da fonte:
-A A A+

Bem acima da média pluviométrica dos últimos anos, as fortes chuvas que atingem Goiânia desde janeiro são combatidas pelas equipes da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), que agem com rápidez na resposta às demandas da população.

“Não paramos nenhum minuto, a Prefeitura de Goiânia tem feito uma série de ações na cidade. Não omitimos a nossa responsabilidade, enfrentamos as dificuldades e fizemos intervenções na Vila Roriz, na Vila São José, e em áreas de risco. Tivemos chuvas atípicas com mais de 120 milímetros de intensidade pluviométrica por três vezes seguidas ao longo dos últimos dois meses” esclarece o secretário de Infraestrutura, Luiz Bittencourt.

Mesmo nesse cenário desafiador, obras emergências foram feitas em tempo recorde, sem perder a qualidade, evitando transtornos maiores aos moradores da capital.

Alguns exemplos são as intervenções realizadas na Rua da Divisa (Setor Jaó), no Jardim América, na Vila Roriz, na Vila São José, além da limpeza de bocas de lobo, tapa-buracos, reparos em escolas e unidades de saúde, com manutenção de telhados e execução de muros.

“A cidade foi fortemente castigada por esse volume enorme de chuva, de água, mas, apesar de tudo isso, nós conseguimos manter um ponto de equilíbrio, de ação. A Prefeitura criou uma força tarefa integrando várias secretarias, os problemas críticos foram resolvidos rapidamente, e ao longo desses dias, estamos tentando estabelecer uma plataforma de trabalho mais planejada. Houve muita emergência, muita correria, mas, nos últimos 10 dias, conseguimos ter uma visão de médio prazo para as ações que nós podemos desenvolver aqui”, pontua Bittencourt.

As equipes da Seinfra estão permanentemente mobilizadas e integradas com outros setores da prefeitura, como a Defesa Civil. A Seinfra monitora eventuais danos causados pelas chuvas principalmente na malha viária, como surgimento de buracos, inundações e alagamentos e age com rapidez para sanar os estragos.

Veja lista com o trabalho da Seinfra:

  • Vila Alpes: na Ponte da Vila Alpes foi executada a rede pluvial, bocas de lobo e combate à erosão no setor.  
                   
  • Avenida C-4: após forte chuva a erosão provocou uma enorme cratera na via que foi recuperado em 6 dias.

 - Goiânia 2: rede pluvial.

 - Setor Gentil Meireles (Rua El Greco): rede pluvial.

 - Setor Vila Roriz: construção  para reforçar o dique de contenção das águas de alagamento.

  • Setor Vila São José: manutenção de caixa pluvial e galeria pluvial.
  • Setor Jaó (Rua da Divisa): alagamento e erosão - equipe entrou imediatamente após a forte chuva e em 4 dias finalizou o serviço de recuperação, após o mesmo o tráfego foi liberado.
  • Setor Jaó: lago transbordando - foi feito uma nova canalização para saída d’água em excesso.
  • Parque das Flores: recuperação de erosão e construção de galeria pluvial.
  • Bairro São Francisco: erosão - reparo de galeria pluvial.
  • Parque das Laranjeiras: erosão com risco para moradores - após chuva forte a casa de moradores da região ficaram próximas a uma enorme cratera, a equipe entrou imediatamente e já solucionou.
  • Marginal Botafogo: erosão no canal - após forte chuva o muro de contenção da via cedeu, a equipe no mesmo dia entrou com máquinas para solucionar.
  • Jardim Atlântico: erosão - galeria pluvial rompeu na via causando grande risco aos motoristas, equipe rapidamente solucionou o problema.
  • Vila Adélia: asfalto comprometido após chuva - foi feito o reparo.
  • Vila Viana (Leste-Oeste): asfalto comprometido após chuva - foi feito o reparo.
  • Recanto das Minas Gerais: asfalto comprometido após chuva - foi feito o reparo.
  • Jardim Balneário Meia Ponte: erosão - reconstrução de galeria pluvial.

--

Juan Meloni, da editoria de Infraestrutura