Desde o início da pandemia, as mulheres foram as primeiras a perder seus empregos, sendo que a grande maioria são chefes de família. Preocupada com essa realidade, a Prefeitura de Goiânia lançou o programa (IN)NOVAGYN Mulher, que oferece cursos de qualificação profissional para aquelas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Ao todo, a ação vai formar 200 mulheres. Para um melhor aproveitamento, o projeto foi dividido em 4 grupos. Na manhã desta segunda-feira (3/5), cerca de 50 pessoas inscritas no projeto participaram da primeira etapa, transmitida pela plataforma do Google Glass/Google Meet.

O curso totalmente gratuito, na modalidade de Ensino a Distância, terá três dias de aprendizado com os seguintes conteúdos: Planejamento Estratégico, Atendimento ao público, Marketing e Mídias Digitais e Finanças. A formação possui carga horária de 12h.

A capacitação que possui ênfase em tecnologia pretende oferecer às mulheres novas habilidades para que elas possam empreender no ambiente virtual e assim comercializar seus produtos em tempos de pandemia e pós-pandemia.

Para a secretária da Mulher, Tatiana Lemos, esse é apenas o começo das capacitações de mulheres no governo de Rogério Cruz. “A Secretaria da Mulher vai oferecer cursos durante todo o ano, a distância e presencial, seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19. Vamos, juntos, mudar essa realidade”.

Ao final do curso, as alunas receberão certificado digital de conclusão.

Roberta Amorelli, da editoria de Política para as Mulheres

Leia Mais:

Programa leva inovação tecnológica aos goianienses

Prefeitura retoma cursos profissionalizantes na próxima segunda