Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

Minuto da Urgência leva orientação e diálogo aos profissionais de saúde

A ação é realizada em todas as unidades de saúde 24 horas da capital

Publicado em: 12 de maio de 2020 às 11:18 | última atualização: 12 de maio de 2020 às 11:18

A Secretaria Municipal de Saúde está realizando mais uma ação de acolhimento e apoio aos profissionais de saúde para o enfrentamento do coronavírus. É o Minuto da Urgência, realizado em todas as unidades 24 horas, que atendem pacientes de urgência e emergência. A ação era realizada anteriormente em algumas unidades, mas com o início da pandemia foi reforçada e passou a abranger as demais que ainda não realizavam o encontro.

O momento reúne os profissionais de saúde, administrativos e a gestão da SMS para que sejam repassadas orientações sobre vários temas, como por exemplo, rotina de trabalho, fluxos de atendimento ou uso de EPi. A equipe é composta também por psicólogos que fazem a escuta ativa do servidor e prestam o apoio psicossocial.  Por parte do servidor, o Minuto da Urgência é mais uma oportunidade para que os profissionais possam expor suas dúvidas, medos ou dificuldades e apresentar sugestões à gestão.

“É uma forma de estar mais próximo dos servidores e percebe-se que eles se tornam mais fortes, unidos e confiantes, o que contribui para a própria saúde física e mental, além de melhorar o atendimento aos pacientes. Das reuniões surgem novas ideias e ações que são realizadas na unidade”- explica Jaqueline Leão , gerente de urgência da SMS.   

O Minuto da Urgência se soma às demais ações que a Secretaria Municipal de Saúde vem realizando junto aos trabalhadores da área, como melhoria de fluxos, garantia de equipamentos de proteção individual, realocação de servidores que estão em grupos de risco, contratação para realização de testes rápidos, apoio psicossocial e outros.  As reuniões são diárias e respeitam os protocolos de segurança contra a Covid-19. 

 Adriana Moraes - editoria de saúde