100 dias de gestão

“Minha luta nestes 100 dias foi enfrentar esse vírus maldito”, diz Rogério

Na prestação de contas aos vereadores, Rogério Cruz destacou equilíbrio fiscal no último ano da gestão de Iris Rezende (2020) e as ações de combate à Covid-19 nos primeiros 100 dias da sua administração

Publicado em: 13 de abril de 2021 às 10:15 | última atualização: 13 de abril de 2021 às 12:02

Tamanho da fonte:
-A A A+

O prefeito Rogério Cruz afirmou nesta terça-feira (13/4), durante prestação de contas do último ano da gestão Iris Rezende, na Câmara Municipal, que dedicou os primeiros cem dias de gestão no combate à pandemia. Cruz também ressaltou equilíbrio fiscal nas contas públicas, o que possibilitou a reserva de R$ 55 milhões para a compra de vacinas contra o Covid-19 e outros investimentos nas áreas de saúde e social.

“Foi um período de superação. Dediquei o meu tempo e o meu foco em cuidar das pessoas”, enfatizou Cruz ao mencionar que guardou toda a energia para enfrentar o inimigo do povo goianiense: o coronavírus. “Foi um período de ataques, disputas políticas, picuinhas", acrescentou Rogério Cruz ao comentar as últimas decisões administrativas e o perfil de governança que vem imprimindo na condução da cidade.

“Um gestor tem que pensar na responsabilidade do cargo e isso não abro mão”, garantiu. “Tenho meu perfil, sempre ouvindo antes de falar, buscando opiniões diferentes para tomar a melhor decisão. Não consigo agradar a todos, mas busco ser um líder transparente, equilibrado e democrático”, reforçou o prefeito.

Investimentos em saúde foram destacados pelo prefeito. Nos primeiros meses de gestão foram abertos 207 leitos de enfermaria e UTI para tratamento exclusivo da Covid-19. Atualmente, são 529 vagas, sendo 311 de UTI e 218 de enfermaria. “Investimos recursos e esforços, trabalhamos em planejamento e tecnologia, como na criação do aplicativo para agendamento da vacinação”, mencionou Cruz.

Em tom firme, o prefeito lembrou das medidas mais firmes de combate ao coronavírus, como o fechamento das atividades não essenciais. “Não olhamos para o desgaste que isso causaria, tomamos a decisão para salvar vidas, e hoje a maioria entende que foi necessário”, disse. “O reflexo está na redução de internações”, realçou.

Equilíbrio Fiscal

O prefeito Rogério Cruz apresentou aos vereadores informações que comprovam o equilíbrio fiscal da Prefeitura de Goiânia. Citou a reserva de R$ 55 milhões para a compra de vacina contra a Covid-19, a utilização de R$ 25 milhões do Tesouro Municipal para a contratação de novos leitos e de mais profissionais, além de investimentos de R$ 4 milhões no programa Renda Família e a renúncia de quase R$ 9 milhões para contemplar as famílias beneficiadas pelo IPTU Social.

Para os próximos meses, o prefeito assegurou que vai “continuar cuidando das pessoas e preparando a cidade para um salto ao futuro”. “E trabalhando com agilidade, planejamento e tecnologia para superar este grave e difícil momento. Junto com a população, vamos sair desta situação”, sublinhou.

Homenagem

Ao cumprimentar o presidente da Câmara Municipal, Romário Policarpo, o prefeito Rogério Cruz também prestou homenagem à memória de Wilson Violati, servidor da Casa há 39 anos e que faleceu no último sábado de complicações da Covid-19. Cruz disse nutrir muito respeito e amizade pelos servidores da Casa, com quem conviveu por oito anos.

“Você faz falta meu irmão”, disse Rogério. “Perdemos você e toda sua dedicação para essa maldita doença. Meus sentimentos a toda família e amigos do senhor Violati”, registrou Rogério Cruz.

Lucas de Godoi, da diretoria de jornalismo
Foto Jackson Rodrigues