A Secretaria de Infraestrutura e a Secretaria de Educação, por determinaçãodo prefeito Rogério Cruz,
trabalham em conjunto na construção de 20 novos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) para Goiânia.

De acordo com o prefeito Rogério Cruz, Educação é prioridade em seu governo. “É a maior revolução que uma sociedade pode experimentar”, diz o prefeito.

Segundo ele, só através do ensino e do conhecimento podemos mudar a mente das pessoas e abrir novos caminhos para nossas crianças.

“Através da escola podemos abrir as portas para um futuro melhor, democratizar as chances, com mais oportunidades para todos. Queremos seguir em frente fazendo mais e melhor pela população de Goiânia,  garantindo aos mais jovens o acesso a informação sistematizada, bebeendo na fonte do conhecimento, aprendendo matemática, informática,  química, biologia, ciências, história, geografia, línguas, cultura, artes etc”, enfatiza Rogério Cruz.

Licitação
O  secretario de Educação, Marcelo Ferreira, explica que a parceria com a Seinfra tem o objetivo de otimizar e dar mais agilidade ao processo. “Nós planejamos e a Seinfra dá o suporte técnico, garantindo que a construção dos Cmeis esteja entre os padrões adequados”, disse. Segundo, Marcelo, os projetos já estão prontos e o processo de licitação em fase final de elaboração.

“O papel da Seinfra é apropriar a melhor tecnologia construtiva, métodos técnicos avançados, utilizando materiais de primeira qualidade, projetos inteligentes, reforçando a visão moderna e inovadora do ambiente escolar, no espaço que deve ser admirado pelos professores, os alunos e a comunidade em geral”, informou o secretário de Infraestrutura, Luiz Bittencourt.

Modelo
O projeto modelo de construção dessas unidades escolares prevê 1.850 metros quadrados de área construída em um espaço moderno, com 10 salas de aula climatizas, parque infantil, sanitários, área de refeição, pátio arborizado, vagas de estacionamento para embarque e desembarque de alunos, controle de acesso de alunos e acesso de serviço.

Fora o valor do terreno, que já é da Prefeitura, cada Cmei vai custar cerca de 2,5 milhões de reais.  Só em obras os investimentos vão atingir o valor de 50 milhões de reais. É um projeto de enorme dimensão social e educacional, muito importante para Goiânia, para as famílias e principalmente para nossas crianças.

Além de tudo isso, os CMEI terão horta escolar. “Ela tem uma função pedagógica onde os professores podem trabalhar diferentes temas e os alunos podem completar o estudo falando sobre meio abiente, nutrição e a parte de proteção de fauna e flora, por exemplo”, explicou Marcelo.

O secretário ainda mencionou um novo viéis cultural de incentivo a arte com mais estímulos aos alunos e a integração entre pais e comunidade escolar. “Vamos ter um corredor com exposição dos trabalhos dos alunos. Será um local de harmonização da comunidade. Queremos incentivar que eles visitem e frequentem a escola como uma extensão da sua casa conscientizando a comunidade a participar, fiscalizar e conservar as unidades escolares”, diz o secretário Marcelo.                                         

Confira abaixo a lista com os 20 CMEIs que serão construídos:

CMEI Alto do Vale II
CMEI Bairro São Domingos
CMEI Jardins das Hortências
CMEI Alice Barbosa
CMEI Carolina Parque
CMEI Conjunto Vera Cruz
CMEI Parque Eldorado Oeste II
CMEI Tempo Novo
CMEI Jardins das Rosas
CMEI Residencial Itaipú II
CMEI Residencial Flamingo
CMEI Setor Grajaú
CMEI Residencial Aruana
CMEI Alto do Vale
CMEI Jardim Colorado I
CMEI Conjunto Primavera
CMEI Residencial Orlando de Morais
CMEI Jardim Guanabara II
CMEI Santa Fé
CMEI Residencial Kátia

Juan Meloni, da editoria de Infraestrutura

cmeis

educação

infraestrutura

Prefeito Rogério Cruz

prefeitura de goiânia