Mulher

Goiânia vai ganhar Casa da Mulher Brasileira

Unidade será construída no setor Goiânia 2. Contratos para implantação do projeto foram assinados neste sábado (12/12) pelo prefeito Iris Rezende

Publicado em: 12 de dezembro de 2020 às 14:39 | última atualização: 13 de dezembro de 2020 às 19:28

Tamanho da fonte:
-A A A+

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, participou neste sábado (12/12) da assinatura dos contratos para a construção da Casa da Mulher Brasileira na capital. O evento contou com a participação da primeira-dama Michelle Bolsonaro, da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, do governador Ronaldo Caiado e da secretaria municipal de Políticas para as Mulheres, Patrícia Quirino.

Durante a cerimônia, Iris afirmou que a Prefeitura de Goiânia tem sido parceira de todos os movimentos que buscam valorizar as mulheres em sociedade. “Com a evolução da ciência e da tecnologia, as mulheres passaram a ocupar novos espaços e a contribuir com todas as áreas e o mundo passou a experimentar um desenvolvimento diferenciado. Digo isso justamente para fazer justiça”, pontuou.

Em seguida, antes de mencionar as características do novo espaço de atendimento às mulheres, a ministra Damares Alves agradeceu ao prefeito pela parceria. “O Brasil te ama tanto e hoje o senhor ganha mais um título: o senhor é o prefeito das mulheres”, disse.

Depois da assinatura, a comitiva, composta ainda por auxiliares do prefeito, visitou o terreno onde será construída a Casa da Mulher Brasileira, no Setor Goiânia 2. A unidade vai oferecer atendimentos especializados voltados às mulheres que sofreram algum tipo de violência doméstica. Entre os serviços previstos estão o acolhimento, o apoio psicossocial e a promoção da autonomia econômica das mulheres.

A unidade de Goiânia, que será vinculada à Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, liderada pela secretária Patrícia Quirino, terá uma área construída de 3.600m². No mesmo espaço estarão reunidos: Juizado Especial, Núcleo Especializado da Promotoria, Núcleo Especializado da Defensoria Pública, Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher, alojamento de passagem, brinquedoteca e fraldário.

Ainda durante a vistoria, houve o lançamento da Pedra Fundamental da obra pintada em grafite pelo artista plástico goiano Samuel Caixeta. O artista, que já possui trabalhos de responsabilidade social, abraçou a luta pelo fim da violência contra a mulher.