Saúde

Gestores da Saúde se capacitam sobre linha de cuidados com idosos

Curso é oferecido pelo Ministério da Saúde e Hospital Albert Einstein

Publicado em: 15 de janeiro de 2020 às 16:01 | última atualização: 15 de janeiro de 2020 às 16:01

Tamanho da fonte:
-A A A+

Gestores das Unidades de Saúde da Família (UBS) dos sete Distritos
Sanitários da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) participam hoje (15/1) e amanhã (16/1) do curso para a implementação de linha de cuidados para a atenção integral à saúde das pessoas idosas na Rede de Atenção à Saúde do SUS. O curso é oferecido pelo Ministério da Saúde e Hospital Albert Einstein por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde – PROADI-SUS.

O projeto prevê consultoria gerencial, curso na modalidade EAD,consultoria em prática assistencial, tutoria à distância e consultoria de fechamento que serão realizados pelos próximos 10 meses. Na programação, estão previstas reuniões, mesas redondas e oficinas para a apresentação da metodologia de trabalho. Serão debatidas iniciativas, perspectivas e estratégias para o aprimoramento da assistência à saúde da pessoa idosa por parte dos profissionais da rede nos municípios.

Os participantes terão como base o documento do Ministério da Saúde com as orientações técnicas sobre a Linha de cuidado na RAS que pressupõe algumas ações: conhecer, reconhecer, monitorar, acompanhar e avaliar as necessidades de saúde das pessoas idosas considerando sua capacidade
funcional e a heterogeneidade dos processos de envelhecimento; estabelecer o percurso da atenção de acordo com as necessidades identificadas e diferentes perfis de funcionalidade e condições de saúde da pessoa idosa; definir as funções, responsabilidades e competências de cada nível de atenção na produção do cuidado à pessoa idosa; estabelecer normas e fluxos entre os níveis e pontos de atenção, no que diz respeito ao acesso e cuidado ofertado às pessoas idosas; mapear, organizar e articular os recursos dos diferentes territórios, serviços e pontos de atenção da RAS para proporcionar a atenção
integral, considerando as articulações intersetoriais necessárias; promover a educação permanente dos profissionais da RAS e das redes intersetoriais quanto ao processo de envelhecimento e de cuidado da população assistida”.

O encerramento do curso será em outubro, com a exposição dos trabalhos dos profissionais e apresentação de estratégias de sucesso desenvolvidas na área.

A Secretaria Municipal de Saúde atendeu aproximadamente 300 mil idosos em 2019. Já no Centro de referência em Atenção à saúde da Pessoa idosa
(CRASPI) são acompanhados em média 10 mil idosos.

“É importante investir em conhecimento para que a SMS tenha cada vez mais qualidade em seus atendimentos aos idosos e desenvolva ações que
efetivamente estejam direcionadas às reais necessidades deles e ter o
treinamento com instituições reconhecidas pelo trabalho na área da saúde nos dá ainda mais credibilidade”, afirma a diretora de
redes temáticas da SMS, Sônia Aparecida de Souza.

Adriana Maraes, da editoria de Saúde