A Prefeitura de Goiânia investiu mais de R$ 6 milhões na modernização da Guarda Civil Metropolitana (GCM) durante a gestão de Rogério Cruz. É o maior valor destinado à segurança pública municipal na história da capital.

Os recursos foram aplicados na construção da nova sede da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), reforma e ampliações de bases, aquisição de viaturas, radiocomunicadores e fardamento. Administração também investiu em treinamento e valorização dos servidores. As conquistas são destacadas pelo comandante da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Goiânia, Wellington Paranhos.

A construção da nova sede da Romu, no Jardim Califórnia, foi feita em parceria com a sociedade civil organizada. A prefeitura investiu R$ 250 mil na área, que possui seis mil metros quadrados e abriga projetos sociais como Romu Kids +, que atende crianças e idosos com reforço escolar e aulas de hidroginástica. O projeto piloto proporciona, ainda, atendimento psicológico, fonoaudiólogo e aulas de hidroginástica para crianças e idosos.

Também foram realizadas reformas estruturais nos prédios ocupados pela GCM de Goiânia, o que proporciona melhores condições de trabalho aos servidores. Passaram por adequação ou ampliação as bases do Programa Mulher Mais Segura, Stand de Tiros da AGCMG, Sede Administrativa e Unidades de Comando Regional, totalizando R$ 340 mil em investimentos.

O prefeito Rogério Cruz também promoveu a renovação da frota da Guarda Civil, que conta com mais de 100 veículos. Foram R$ 2,187 milhões aplicados em viaturas modernas e aptas tanto para rondas, como para ações da Defesa Civil, em casos de desastres naturais.

Além disso, foi renovado o contrato de rádios comunicadores na ordem de R$ 468 mil, essenciais para as atividades de segurança. Foram entregues oito pluviómetros para a Defesa Civil, no valor total de R$ 130 mil, para o monitoramento da intensidade das chuvas em áreas de risco da capital.

O município estabeleceu parceria com a Câmara Municipal, que destinou R$ 1,251 milhão em emendas parlamentares para serem utilizadas em 2022. A prefeitura aplicou mais R$ 1 milhão em recursos próprios, e com a soma foi possível adquirir bases modulares revertidas em um auditório, uma base da Defesa Civil, estrutura para a 1ª Unidade de Comando Regional e banheiros para a Coordenadoria de Guarda Ambiental.

O Legislativo Municipal também destinou R$ 300 mil em emendas impositivas para aquisição de novos instrumentos para a Banda de Música da GCM. O presidente da Câmara Municipal, vereador Romário Policarpo, atua diretamente na defesa de investimentos para a segurança pública, em Goiânia.

Os servidores da segurança municipal receberam apoio da gestão do prefeito Rogério Cruz. Foi encaminhado para a Câmara Municipal o Projeto de Cargos e Salários da instituição. Uma luta histórica da categoria, e que agora está em discussão pelos vereadores. Também está implantado o Auxílio Fardamento, com investimento de R$ 1,6 milhão entre 2021 e 2022.

Foto: GCM

Guarda Civil Metropolitana (GCM) – Prefeitura de Goiânia