Uma gari de Goiânia de 60 anos encanta os moradores com simpatia e alegria. Aparecida das Dores Barbosa, conhecida como Dona Cidinha, trabalha na equipe de jardinagem da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) há 16 anos e não esconde o sorriso enquanto lida com os serviços de limpeza.

A rotina é pesada e certeira. Todos os dias, Dona Cidinha percorre a pé cinco quilômetros até o Viveiro Redenção, no setor Pedro Ludovico Teixeira, onde inicia sua jornada de trabalho às 16 h e encerra às 22h. Ela faz questão de manter seu ritual de cuidados e beleza com a pele. O batom vermelho e o cabelo escovado são marcas registradas e compõem com o laranja do uniforme de gari.

“A longa caminhada já é um preparo físico para a longevidade e os cuidados com a beleza são para realçar a cor deslumbrante do uniforme”, afirma Cidinha.

Entre os colegas de serviços, ela é reconhecida pela força e alegria de viver. O supervisor, Francisco Jade, destaca que nunca ouviu Dona Cidinha reclamar.  “Está sempre disposta, com sorriso no rosto, encorajando os colegas e cantando louvores”, conta.

“Eu decidi ser feliz e agradecer por tudo que tenho”, diz a servidora. Dona Cidinha trabalha cantando louvores e não perde a oportunidade de distribuir sorrisos entre as pessoas que passam por perto. “Enquanto estou cuidando da limpeza da cidade, também levo mensagens de paz que acalmam as pessoas”, conta a servidora.

Para o presidente da Comurg, Alisson Borges, Dona Cidinha é uma inspiração de força e sobretudo de vontade de viver. “Essa satisfação durante o trabalho diário torna a rotina da equipe mais leve”, aponta.

Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) – Prefeitura de Goiânia

Comurg

prefeitura de goiânia