A Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) aderiu ao Junho Vermelho, ação Hemocentro de Goiás (Hemogo) com o propósito de conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. O objetivo é estimular a doação entre os servidores como forma de contribuir para a recomposição do estoque em Goiânia, que desde o registro do primeiro caso de Coronavírus (Covid-19) na Capital, no início de março, registra quedas entre 15% e 20%. O órgão tem 415 servidores públicos.

“A adesão dos servidores da Secretaria de Finanças é extremamente importante nesse esforço para a manutenção dos estoques dos bancos de sangue da Hemorrede”, diz o secretário de Finanças de Goiânia, Alessandro Melo, que agendou doação às 9h04. A unidade móvel do Hemocentro estará no Paço Municipal, Park Lozandes, na última quinta-feira deste mês, dia 25/6, das 8 às 17 horas. Os atendimentos, nas imediações da Atende Fácil, central de relacionamento presencial com a Prefeitura de Goiânia, serão feitos com hora marcada. O objetivo é evitar aglomerações e respeitar o distanciamento social mínimo de dois metros, algumas das políticas recomendadas para enfrentamento à pandemia. 

A expectativa é captar pelo menos 60 bolsas de sangue. A demanda média mensal do Hemocentro é de 3,2 mil doações. “No início da pandemia observamos um déficit de cerca de 20% comparado ao mesmo período de 2019. A população tem comparecido, mas ainda registramos uma queda de 15% nas doações no último mês. Porém, precisamos que as pessoas continuem doando para que o estoque seja mantido, pois os hemocomponentes têm validade entre cinco e 42 dias e alguns grupos sanguíneos são mais raros na população”, explica a diretora-geral da Hemorrede Pública do Estado, Denyse Goulart. Os servidores interessados em participar da ação devem procurar a Diretoria de Administração e Finanças e agendar o horário para a coleta. Os intervalos entre os atendimentos, que começam às 8 horas, são de oito minutos. 

O uso de máscaras, já exigido no Paço Municipal, é obrigatório também durante o processo de doação. A unidade móvel do Hemocentro oferece outras medidas protetivas, como álcool gel, e desde o início da pandemia funciona com cuidados redobrados, como criteriosa rotina de limpeza e desinfecção dos ambientes e móveis, implantação de nova metodologia de triagem, uso de insumos descartáveis, além de treinamentos específicos de todos os servidores das unidades e de .redução de 50% da capacidade de atendimento. A Hemorrede Pública de Goiás adotou todos os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) para segurança dos doadores. 

 “É importante destacar que a pandemia não interrompeu os atendimentos nas unidades. Muitas pessoas dependem de transfusão sangue, sem contar, os atendimentos emergenciais relacionados a acidentes automotivos, transplantes e outros procedimentos. Para se ter uma ideia, nossa demanda média mensal é de 3.200 bolsas de sangue”, frisa, a diretora-geral da Hemorrede Pública do Estado, Denyse Goulart. Não existe evidência de transmissão de coronavírus por transfusão de sangue, no entanto, o MS orienta que pessoas que tiveram contato com pacientes infectados ou com suspeita de Covid-19 fiquem impedidas de doar sangue pelo prazo de 14 dias. Para quem foi considerado caso suspeito ou confirmado, o prazo é de 30 dias após a remissão dos sintomas. Além disso, todos os doadores passam por uma criteriosa triagem que verifica se o candidato está apto para fazer a doação de sangue. 

Os requisitos básicos para passar pela entrevista pré-doação de sangue são: estar saudável, ter peso acima de 50 quilos, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e idade entre 16 e 60 anos, sendo que antes de completar 18 anos é necessária uma autorização dos pais ou responsáveis. Quem tomou a vacina da febre amarela deve aguardar 30 dias para fazer doação. Já para vacina contra gripe, o prazo é de 48 horas. 

Ação

O Junho Vermelho é uma ação que envolve as nove unidades da Hemorrede, em Goiânia e no interior, que mesmo durante a pandemia da Covid-19 continuam recebendo doadores. Os locais funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Como parte dos esforços para normalização dos estoques, condomínios residenciais foram incluídos na rota da unidade móvel do Hemocentro, que já atende empresas, igrejas e órgãos públicos. A possibilidade de atender áreas residenciais visa garantir segurança aos doadores que puderam salvar vidas sem sair de casa. 

“Já coletamos 1.150 bolsas apenas através desse serviço. Para quem gostou da ideia e quer fazer uma solicitação é muito simples, basta ter a confirmação de 60 pessoas interessadas”, explica Denyse. O pedido pode ser feito pelo e-mail: hemocentro.captacao@idtech.org.br ou pelo telefone (62) 3201-4101. 

Serviço:

Assunto: Secretaria de Finanças adere ao Junho Vermelho 

Quando: quinta-feira, 25 de junho de 2020 

Horas: 8 às 17 horas 

Onde: Palácio das Campinas Venerando de Freitas Borges (Paço Municipal) – Avenida do Cerrado, Nº 999, nas imediações da Atende Fácil

Mais informações: 3524-3335

Giselle Vanessa Carvalho, da editoria de Finanças

Finançasgyn