Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Educação

Escola da Vila Finsocial recebe Projeto Ciência Itinerante

Programa é desenvolvido pelo Prefeitura, por meio da Sedetec e SME, em parceria com Universidade Federal de Goiás

Publicado em: 27 de setembro de 2019 às 15:43 | última atualização: 27 de setembro de 2019 às 15:43

A Escola Municipal Joel Marcelin De Oliveira, na Vila Finsocial, recebeu nesta sexta-feira (27/09) o projeto Ciência Itinerante, que tem como objetivo aproximar os alunos da Educação Básica da rede pública municipal com o fazer científico e popularizar a ciência. O programa é desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec) e da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

Alunos da UFG foram até a instituição levar experiências nas áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática, como o crescimento de microrganismos, salientando onde estão presentes e a importância de manter lugares e mãos sempre higienizados, e a avaliação do pH utilizando repolho roxo, no qual os alunos tiveram contato com o extrato de repolho roxo, uma das principais substâncias naturais indicadoras de ácido-base.

Realizado desde o início do ano, o titular da Sedetec, Celso Camilo, informa que o projeto prevê mais quatro edições neste ano ano. Em outubro, o Ciência Itinerante vai até a Escola Municipal Bernardo Élis, no Setor São Carlos, e na Escola Municipal Maria Clara Machado, no Bairro da Vitória. "Já em novembro, o projeto visita a Escola Municipal Engenheiro Robinho Martins de Azevedo, no Conjunto Habitacional Baliza, e o Cmei Cecília Meireles, no Setor Norte Ferroviário", afirma.

Para o secretário de Educação e Esporte, professor Marcelo Costa, “projetos como esse corroboram com a ideia de que a educação vai além do giz e do quadro, é preciso extrapolar os limites da sala de aula para garantir uma melhor qualidade do ensino. Educação de qualidade é feita a muitas mãos, parcerias com a Sedetec e UFG são de muito valor para nós”.

O curso de capacitação “Com Ciência: Experimentação na Escola”

Agora, a rede municipal de Educação está sendo capacitada para realizar os experimentos nas escolas, garantindo que a experimentação científica não dependa apenas dos projetos citados.

A capacitação é promovida pelo Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás para os Professores de Ciências e Pedagogos da rede, que estão recebendo capacitação para tornar suas aulas mais interativas.

Foram formadas duas turmas com 30 professores e pedagogos cada para a capacitação. As aulas seguem até o final do mês de novembro.

Núbia Alves, da Editoria de Educação e Esporte, e Giovanna Sodré, da editoria de Ciência e Tecnologia