A Prefeitura de Goiânia promoveu, nesta quarta-feira (29/08), uma ação contra o desperdício de alimentos na Escola Municipal Pedro Gomes de Menezes. O evento contou com a participação do secretário municipal de Educação, Wellington Bessa, e da equipe do Projeto Horta Escolar. O projeto integrou ações da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Durante a iniciativa, os alunos da instituição assistiram à apresentação de colegas que recitaram a poesia “Desperdício? Aqui Não!”, criada pela professora Liliane Tosta, especialmente para o evento. Os contadores de histórias Omelete e Alexandre também prepararam um número especial de conscientização. A tarde foi finalizada com o plantio de novas mudas de hortaliças com a equipe do projeto Horta Escolar.

Em seguida, o secretário Wellington Bessa destacou a importância de ensinar sobre o desperdício de uma forma lúdica para que os estudantes possam levar esses ensinamentos para casa. “Temos, em nosso quadro, profissionais qualificados que já trabalham ações como essas. Nosso objetivo principal é conscientizar a população sobre o desperdício de alimentos diante de uma parcela significativa de pessoas que estão submersas no mapa da fome”, pontuou.

A nutricionista da rede municipal de ensino Nair Augusta ressaltou que esse tema precisa ser pensado por toda a população. “Há várias ações nas escolas, como o projeto Horta Escolar, que ensina sobre o valor nutricional dos alimentos e como aproveitar as verduras e legumes ao máximo. Por exemplo: a cenoura e a beterraba podem ter suas folhas utilizadas na alimentação. É isso que a comunidade precisa compreender”, afirmou.

A merendeira da unidade, Vanessa Tavares, conta que uma das ações para evitar o desperdício é a contagem dos alunos antes de preparar o alimento e assim é calculado a quantia suficiente. “Além disso, temos a Horta Escolar, que garante alimentos frescos, saudáveis e completamente aproveitados que são utilizados na merenda das crianças”, disse.

A pequena Isabely de Jesus Lima, 7 anos, assistiu às apresentações e contou que já aprendeu com a mamãe que não pode desperdiçar comida, “porque têm muitas crianças que não têm o que comer em casa”. “Temos que comer verduras, plantar e não desperdiçar nenhum tipo de alimento”, comentou.

Adriene Bastos, da editoria de Educação

#alunoscoscientes #semdisperdício

EducaçãoGyn

prefeitura de goiânia