Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Infraestrutura

Definida empresa para construção do trecho 1 do BRT Norte-Sul

Com 5,1 km de extensão, o trecho liga o Terminal Cruzeiro, em Aparecida de Goiânia, ao Teminal Isidória, em Goiânia, e completa o trajeto de 21,7 km do BRT Norte-Sul

Publicado em: 13 de maio de 2020 às 15:15 | última atualização: 13 de maio de 2020 às 15:03

O Consórcio Corredor Norte-Sul foi o vencedor da concorrência pública, do tipo menor preço, promovida pela Prefeitura de Goiânia, para a construção do trecho 1 do BRT Norte-Sul.

Aberto no dia 5 de fevereiro, e depois de superada a fase de recursos, o certame prosseguiu nessa terça-feira, dia 12 de maio, com o julgamento das propostas de preço, indicando o Consórcio com a melhor e mais vantajosa para a administração, como determina a Lei 8.666/93, que estabelece as diretrizes sobre licitações e contratos no serviço público.

Com orçamento de R$ 87.366.081,03, a licitação foi fechada em R$ 67.633.512,99, apresentando um deságio de mais de 22%.  Os recursos são provenientes do Orçamento Geral da União (R$ 70 milhões) e do tesouro municipal (R$ 17.366.081,03). O investimento está previsto no Plano Plurianual 2018-2020 e na Lei de Diretrizes Orçamentárias vigente.

 De acordo com o projeto do sistema BRT Norte-Sul, o trecho a ser construído corresponde a 5,1 km de extensão e está localizado entre o Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia (Terminal Cruzeiro), e o Setor Pedro Ludovico, em Goiânia (Terminal Isidória). Esse trecho 1 é composto por uma trincheira, dois terminais de integração aos ônibus comuns (Terminal Cruzeiro e Terminal Correios) e cinco estações de embarque e desembarque.  Também integram as obras de construção do trecho a requalificação de 9,6 km de calçadas, pavimentação de 4,8 km de rua e sinalização viária de 4,8 km.

 A próxima etapa agora é a homologação da concorrência pública para assinatura e certificação do contrato, possibilitando a assinatura da ordem de serviços.  Para o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, a construção do trecho 1 do BRT Norte-Sul é mais um compromisso da administração de investir na mobilidade urbana, garantindo segurança e agilidade no deslocamento para a população.

 “Esses 5,1 km correspondem ao trecho final do BRT, completando os 21,7 km do sistema que vai melhorar significativamente a mobilidade urbana de quem trafega no sentido Norte-Sul da cidade. Um compromisso do nosso prefeito que estamos garantindo”, afirma.

Nara Serra, da editoria de Infraestrutura
Foto: Paulo José