Educação

Crianças da rede municipal aprendem a combater o Aedes aegypti

Famílias recebem atividades mensais de prevenção do mosquito, por meio do cuidado com o ambiente em que vivem

Publicado em: 08 de abril de 2021 às 13:10 | última atualização: 08 de abril de 2021 às 13:10

Alunos da rede municipal de Educação de Goiânia aprendem desde pequenos a combater o mosquito Aedes aegypti, causador da Dengue, Zika vírus, Chikungunya e Febre Amarela. Em casa, crianças e famílias recebem atividades mensais postadas pelos professores, por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem Híbrida (Avah), plataforma que possibilita o acompanhamento contínuo dos educandos.

No Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Monteiro Lobato, as professoras criaram e contaram uma história lúdica, com o mosquito sendo o personagem principal e visitando suas casas. Cada casa que visitam, as educadoras explicam que os ovos do mosquito não serão depositados ali porque elas mantêm o ambiente limpo e sem água parada. No final, o mosquito diz que irá visitar a residência dos alunos, e assim, é lançado o desafio para que as crianças cuidem de seu espaço.

A família de Nathália Maria Domingos de Faria, 2 anos, registrou um vídeo da aluna mostrando seu quintal. “Aqui não tem água para o mosquito beber e nem tem como morar”, diz Nathália. A família de Bianca dos Santos Assunção, 3 anos, mandou um áudio onde ela fala sobre o que aprendeu. “Não pode deixar água parada, nem no vaso da planta, nem na vasilha da Morena (animal de estimação da família) e nos brinquedos. Xô mosquito da dengue, aqui você não tem vez!”, diz Bianca.

Já no Cmei Cecília Meireles, a diretora Mayra Inácia Rodrigues Marques explica como são desenvolvidas as atividades de prevenção ao mosquito Aedes. “Nosso Projeto Político Pedagógico contempla ações que perpassam pela preservação e cuidados com o meio ambiente. Para fundamentar as atividades, utilizamos o documento internacional ‘Carta da Terra’, que tem como princípios a higiene e preservação do lugar onde vivemos. Assim, enviamos às crianças a proposta, com a ajuda das famílias, para elas manterem os cuidados necessários de higiene, limpeza e organização de suas moradias”, conta a diretora.

PSE

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti nas escolas e unidades de Educação Infantil são desenvolvidas dentro Programa Saúde na Escola, instituído pelo Governo Federal, em 2007. As secretarias municipais de Educação (SME) e Saúde (SMS) assumem o compromisso de trabalhar a conscientização e promoção da saúde.

O trabalho de prevenção ao mosquito Aedes é um dos 12 eixos temáticos principais do Programa, que está presente em 190 unidades de ensino, de um total de 372. As ações de combate à dengue e prevenção à Covid -19 são desenvolvidas em todas as instituições, mesmo as que não estão pactuadas com o PSE.

Daniela Rezende, editoria de Educação