Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

Covid-19: Goiânia confirma 802 casos da doença

Informe Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (13/5) registra 30 óbitos e 340 pacientes recuperados

Publicado em: 13 de maio de 2020 às 18:04 | última atualização: 13 de maio de 2020 às 18:17

Goiânia contabilizou 45 novos casos de covid-19 em um período de 24 horas, segundo o Informe Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (13/5) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Com isso, o município já confirmou 802 casos da doença provocada pelo novo agente do coronavírus. O número de óbitos também aumentou e passou de 25 para 30. 

Ainda de acordo com o novo boletim, 340 pacientes residentes da capital já se recuperaram da infecção. O documento aponta ainda que a doença, inicialmente concentrada na região Sul da cidade, está se espalhando para outros bairros. A SMS registrou o aumento de casos no Jardim Novo Mundo, Urias Magalhães, no Setor Central e em outras regiões. 

O superintendente de Vigilância em Saúde, Yves Mauro Ternes, atribui o aumento de casos à maior circulação de pessoas nas ruas da capital. "Este mapeamento dos casos mostra o avanço da doença em Goiânia e confirma que as pessoas estão se deslocando mais nos últimos dias, por isso a importância de ações para fortalecer o distanciamento social", explica. 

O novo Informe Epidemiológico confirma também que a maioria dos casos está concentrada em adultos jovens com idades entre 20 e 39 anos (41%) e 40 e 49 anos (36%). Dos pacientes internados pela doença na capital, 62% necessitaram de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 

Os sintomas mais comuns informados pelos pacientes investigados são tosse (63%), febre (55%), desconforto respiratório (38%), dispneia (35%) e dor de garganta (32%). A edição número 41 do Informe Epidemiológico - Covid 19 pode ser acessada no portal da Prefeitura de Goiânia.

Ações de enfrentamento 

Desde o início da pandemia, a Prefeitura de Goiânia tem promovido ações para conter o avanço do novo coronavírus. No dia 13 de março deste ano o município decretou situação de Emergência em Saúde Pública. Em seguida, suspendeu as atividades com aglomeração de pessoas  e o calendário letivo.

Ao mesmo tempo, instalou o Gabinete de Gestão de Crise COVID-19 e preparou a Maternidade Célia Câmara, conhecida como Maternidade Oeste, para receber pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Além disso, a gestão municipal iniciou um trabalho de fiscalização e propôs o escalonamento de horários para o início de expediente comercial com o objetivo de evitar aglomerações nos terminais e pontos de ônibus da capital. 

A Prefeitura de Goiânia também tem seguido os decretos do Governo de Goiás e trabalha, atualmente, no inquérito epidemiológico da covid-19. O estudo está mapeando a incidência do vírus para intensificar as ações preventivas no município. 

Thiago Araújo, da Diretoria de Jornalismo