Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

Comurg reforça recomendação ao servidor sobre o uso de EPI

Medidas visam garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores durante pandemia do coronavírus

Publicado em: 17 de abril de 2020 às 13:17 | última atualização: 17 de abril de 2020 às 15:15

Os serviços de limpeza são essenciais para a saúde pública da cidade e por este motivo as ações não foram suspensas durante o período de pandemia do coronavírus. Porém, como medida de proteção à saúde do trabalhador, a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) emitiu uma portaria que deixa claro a necessidade do uso correto do Equipamento de Proteção Individual (EPI). 

A decisão atende as orientações das instituições de saúde que pedem o uso de máscaras para diminuir riscos de contágio do novo agente coronavírus e que também obedece as diretrizes da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), no parágrafo único do art. 158, bem como no 482 da Lei 6.514/77.

O presidente do órgão, Aristóteles de Paula, explica que os servidores sempre foram orientados sobre o uso correto de todos os EPIs necessários para cada função e que, atualmente, devido à possibilidade de contaminação, a recomendação ficou mais criteriosa.

O documento também inclui medidas para evitar aglomerações de trabalhadores e o distanciamento entre eles que já veem sendo aplicadas nos últimos dias e vão permanecer durante o período de pandemia do novo coronavírus. 

Além disso, máscaras e álcool em gel são entregues pela equipe Serviço Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt). Nós últimos dias, foram mais de dez mil frascos de 100 ml de álcool e 17 mil máscaras modelo PFF2. Os funcionários que não cumprirem as regras serão advertidos com suspensão ou até encerramento do contrato de trabalho.

“A coleta orgânica, seletiva, remoção de entulhos e demais atividades de limpeza pública são essenciais para a saúde pública e ordenamento da cidade. Nossos servidores estão presentes em todas as vias públicas e em algumas situações acabam se expondo. O objetivo não é penalizar, mas garantir a segurança e saúde deles, bem como de seus familiares”, justificou o presidente. 

Uniformes

Recentemente, a Companhia entregou mais de 10 mil kits de uniformes e equipamentos de proteção aos servidores. A distribuição ocorreu em todos os 50 pontos da Companhia na capital.

O kit é composto por calça, jaleco, boné, luvas, protetor solar e botinas. Já para as equipes especializadas que trabalham com iluminação, máquinas ou outra atividade que exija maior segurança pessoal, receberam protetores auriculares e faciais, capacete, óculos e perneiras.  

Hacksa Oliveira, da editoria de Urbanização
Foto: Luciano Magalhães