Começa neste sábado (20/08), às 08h, no estádio Plínio José de Souza, em Senador Canedo, a Taça das Favelas Goiás 2022. Com apoio da Prefeitura de Goiânia e organização da Central Única das Favelas (Cufa) Goiás, a competição tem três cidades-sede, sendo Goiânia uma delas, que recebe a terceira rodada no início de setembro. A etapa nacional é considerada o maior campeonato do mundo entre jovens da periferia, e tem por objetivo promover a inclusão social por meio do esporte.

Neste fim de semana, serão oito jogos no sábado (20/08) e 10 jogos no domingo (21/08), todos no local da abertura. Nos dias 3 e 4 de setembro, a terceira rodada será realizada em Goiânia, que receberá 40 jogos em dois dias de competição. A segunda rodada acontecerá em Aparecida de Goiânia, nos dias 27 e 28 de agosto.

Mais de 300 equipes se inscreveram para a edição deste ano, porém, foram aprovadas para disputar o campeonato 61 seleções na categoria masculina e 19 na categoria feminina, que representam 80 comunidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Senador Canedo e Região Metropolitana. Os destaques da competição serão convocados para a seleção goiana, que participará da edição nacional da Taça das Favelas, em São Paulo.

Regulamento

Na categoria masculina, o elenco tem que ser formado com jogadores de 17 anos de idade, e cada time pode inscrever três atletas com 18 anos. Já na categoria feminina, as jogadoras precisam ter, no mínimo, 14 anos, sem limite de idade.

Na categoria masculina, passarão para a segunda fase o primeiro de cada grupo, e os 11 melhores times que ficarem na segunda colocação, totalizando 32 times. Já na feminina, passarão os sete primeiros, e apenas a melhor seleção entre todas as que ficarem na segunda colocação.

O primeiro critério de desempate será o número de pontos e, na sequência, o número de cartões vermelhos, cartões amarelos, e por fim, número de vitórias e saldo de gols.


Secretaria Municipal dos Esportes (SMESP) – Prefeitura de Goiânia