Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

Banda da GCM faz apresentações nas unidades de saúde.

Com um repertório variado, que vai de Roberto Carlos e Frank Sinatra até música gospel, a banda de música da Guarda Civil Metropolitana leva às unidades de saúde um pouco de alegria em forma de canção.

Publicado em: 02 de abril de 2020 às 16:27 | última atualização: 03 de abril de 2020 às 13:33

Com o objetivo de homenagear os profissionais de saúde, que estão na linha de frente nessa época de pandemia, a banda de música da Guarda Civil Metropolitana (GCM) está realizando diversas apresentações em hospitais e Cais da capital.

Apesar da composição da banda ser de 28 músicos, devido às medidas para enfrentamento da pandemia do coronavírus, apenas dez músicos estão escalados para às apresentações. O objetivo é evitar aglomerações, seguindo o que determina os decretos Estadual e Municipal sobre a COVID-19.

Segundo o regente GCM José Eduardo, o grupo pensou em uma forma de ajudar o próximo e entendeu que os concertos seriam uma maneira de enaltecer e reconhecer o trabalho humanitário desses profissionais.

“Nossa missão é alegrar esses profissionais que estão em campanha, trabalhando duro para assistir àqueles que necessitam e a música é um meio de fazê-lo. O objetivo das apresentações é deixar o ambiente mais leve e o mais agradável possível”, explica.

O projeto teve início no Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e a partir daí vem seguindo um cronograma preestabelecido, ou seja, indo àquelas unidades que solicitaram junto ao comando um agendamento através do e-mail comandogcmgo@gmail.com, lembrando que esta semana a agenda de apresentações já está fechada.

Outro ponto salientado pelos músicos é que eles fazem a apresentação em áreas livres, como pátios ou mesmo estacionamentos. Então, para os interessados em levar o grupo para às unidades, devem observar se existem esses espaços disponíveis.

A auxiliar administrativa do HDT, Cristiane Peixoto, falou sobre a ação: “para mim, foi uma iniciativa muito importante, pois saímos da rotina dando um alívio em um momento de tensão que vivemos com essa pandemia, na verdade vejo como um divisor de água”, salienta.

Luiz Galvão da editoria de Segurança.

Fotos: Wesley Freitas.