Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Infraestrutura

Avança a licitação para a construção do trecho 1 do Corredor BRT

O trecho de 5,1 km de extensão está compreendido entre o Terminal Isidória, em Goiânia, e o Terminal Cruzeiro, em Aparecida de Goiânia

Publicado em: 06 de fevereiro de 2020 às 09:16 | última atualização: 06 de fevereiro de 2020 às 09:16

Dois consórcios e uma empresa foram habilitados na concorrência pública, do tipo menor preço, para a construção do trecho 1 do Corredor do BRT Norte-Sul. Os envelopes de documentação foram abertos no último dia 3/02 e o resultado foi publicado na edição desta quarta-feira, 5/02, do Diário Oficial do Município. Passado o período de recurso, a próxima fase será a abertura das propostas de preço.

Foram habilitados o Consórcio Paleta/Fortunato, composto pelas empresas Paleta Engenharia e Construções Ltda e Construtora Fortunato Ltda, e o Consórcio Corredor Norte-Sul, composto pelas empresas Gae Construção & Comercio Ltda, Sobrado Construção Ltda e JM Terraplanagem e Construções Ltda, e a empresa Paulitec Construções Ltda.

A empresa vencedora será a responsável pela implantação do trecho de 5,1 km de extensão, entre o Setor Pedro Ludovico, em Goiânia (Terminal Isidória), e o Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia (Terminal Cruzeiro), e terá um prazo de 18 meses para concluir a obra.

De acordo com o projeto, esse trecho 1 é composto por uma trincheira, um terminal de integração aos ônibus comuns e cinco estações de embarque e desembarque.  Também integram as obras de construção do trecho a requalificação de 9,6 km de calçadas, pavimentação de 4,8 km de rua e sinalização viária de 4,8 km.

Os recursos, na ordem de R$ 87,3 milhões são provenientes do Orçamento Geral da União (R$ 70 milhões) e do tesouro municipal (R$ 17,3 milhões), valor garantido no início de setembro do ano passado, com a assinatura do Prefeito Iris Rezende à solicitação financeira feita pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, visando a implantação do corredor Norte-Sul. O investimento está previsto no Plano Plurianual 2018-2020 e na Lei de Diretrizes Orçamentárias vigente.

Nara Serra, da editoria de Infraestrutura