A atleta paralímpica do tênis de mesa, Thaís Fraga Severo, de 29 anos, vai representar Goiânia e Goiás na ITTF Copa Cristina Hoffmann 2022, em Cancún, México. A preparação para a competição, que ocorre de 06 a 08 de junho, começou há meses, e a atleta planeja consagrar o nome para a disputa do Campeonato Mundial de Tênis de Mesa, a ser realizado em novembro, na Espanha.

A paixão de Thaís pelo esporte nasceu por acaso. Em 2008, com 15 anos, a jovem — que até então nunca tinha praticado esportes — sofreu um acidente automobilístico que a deixou paraplégica. “Aos 16 anos, comecei a trabalhar na Associação dos Deficientes Físicos do Estado de Goiás (Adfego), e conheci várias modalidades esportivas. O tênis de mesa me conquistou desde o início”, destaca a atleta, que treina desde 2010.

A dedicação ao tênis de mesa tornou-se mais que um hobby e a paratleta, que acumula vitórias, planeja agora chegar pela primeira vez à disputa do campeonato mundial. “Para chegar lá é preciso estar no ranking, são os 19 melhores e, atualmente, ocupo a posição 18º, então estou dentro. Mas como a Copa Cristina Hoffmann é a penúltima competição antes do mundial, preciso me manter dentro e posso até subir no ranking”, detalha Thaís.

De acordo com a atleta, a participação no campeonato é cara, por isso, ela contou com a articulação do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, entusiasta do esporte, junto à iniciativa privada, a fim de garantir a participação da goianiense na disputa. “Consegui a inscrição, que engloba transporte interno, alimentação e hospedagem. Sem esse apoio, seria impossível participar e continuar em busca do meu sonho”, diz Thaís, que elogiou a interlocução da Secretaria Municipal dos Esportes, pasta criada na atual gestão.

Para o prefeito, o apoio ao esporte é essencial para que Goiânia seja destaque em diversas modalidades e espaço de novos talentos. “A determinação é que a prática esportiva seja incentivada para todas as idades, tanto de forma recreativa quanto no caso da Thais, uma paratleta que é destaque e vai alcançar o sonho do mundial”, aponta Rogério Cruz.

Segundo Thais, a busca por recursos na prefeitura tem sido exitosa, e a pasta dos esportes tem auxiliado a federação goiana. “Principalmente o esporte paralímpico, que tem tido muita visibilidade pelos resultados obtidos. Nós aqui do tênis de mesa, do clube da Adfego, somos o número um do Brasil, isso é um trabalho de equipe”, assinala.

Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia

Esporte

prefeitura de goiânia

Cidadão