Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Meio Ambiente

Amma apreende caminhão por descarte irregular de entulho

Crime foi denunciado por morador por meio do telefone 161

Publicado em: 31 de julho de 2020 às 17:26 | última atualização: 31 de julho de 2020 às 17:26

Em vez de levar o material para o aterro sanitário, alguns motoristas resolvem tomar o caminho do crime ambiental, descarregando os resíduos de construção civil e outros em áreas não permitidas, principalmente as de preservação permanente

Tão logo uma denúncia realizada pelo telefone  161 da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) chegou à Gerência de Fiscalização do órgão, deu-se início ao trabalho de monitoramento da área utilizada para descarte irregular de entulhos da construção civil, entres outros resíduos. Na tarde desta quinta-feira, 30/7, os fiscais enfim realizaram o flagrante de caminhão na área, que é de propriedade particular. A Guarda Civil Metropolitana também participou da ação, no sentido garantir a integridade física dos fiscais no cumprimento da lei.

A destinação final dos resíduos, quando eles não podem ser reusados ou reciclados, é o aterro sanitário. Não pode haver outra destinação a eles, como foi o caso flagrado por fiscais da Amma nesta quinta-feira. Duas multas foram aplicadas, cada uma de R$ 5 mil, no motorista do veículo e no proprietário da área no Setor Crimeia Leste por permitir a destinação do material em sua propriedade. Houve também a apreensão do caminhão e o auto de apreensão foi encaminhado à Delegacia Estadual de Crimes Ambientais (Dema) para realização de providências em relação ao crime ambiental, constatado por denúncia do morador no telefone 161.

"O envolvimento das pessoas na observação de crimes ambientais mais diversos cometidos na cidade é de grande importância", diz o gerente de Fiscalização, Diego Moura. Segundo ele, "grande parte das ações da Amma no combate a crimes diversos, como descarte irregular de entulho e lixo, maus-tratos a animais, poluição sonora e outros são decorrentes de denúncias que chegam ao órgão".

Sinésio Dioliveira, da editoria de Meio Ambiente
Sinésio Dioliveira, da Assessoria de Meio Ambiente