Educação

Alunos da rede municipal de ensino terão acompanhamento oftalmológico

Projeto prevê a realização de exames de acuidade visual, consultas e exames oftalmológicos

Publicado em: 11 de maio de 2021 às 10:00 | última atualização: 10 de maio de 2021 às 17:25

Tamanho da fonte:
-A A A+

O secretário de Educação de Goiânia, Wellington Bessa, anunciou nesta segunda-feira (10/5), em live transmitida pelas redes sociais da Prefeitura de Goiânia, a implantação de um programa de assistência oftalmológica para os alunos da rede de ensino do município. 

O projeto prevê a realização de exames de acuidade visual, consultas e exames oftalmológicos, visando a prevenção à baixa visão e a promoção de hábitos saudáveis voltados para a educação. “Já estamos acertando os últimos detalhes para a implantação do projeto. Queremos cuidar da saúde oftalmológica das nossas crianças, pois sabemos que esse detalhe faz uma grande diferença no aprendizado dos educandos", destacou Bessa. 

Ainda durante a live, o titular da SME lembrou que o programa seguirá o mesmo padrão de qualidade de outros que envolvem a saúde dos alunos da rede. "Vamos avaliar aluno por aluno e verificar, através de exames e de consultas médicas, se existem educandos com problemas ou deficiência visual", avaliou Bessa. 

Quem também participou da live e reforçou o compromisso social da atual gestão foi a primeira-dama da capital, Thelma Cruz. Ela destacou que estará presente no projeto para ajudar em todas as ações. "Essa preocupação e esse olhar faz toda diferença, as vezes ela fica prejudicada por alguma falha na visão que poderia ser resolvido com um simples exame e tratamento", lembrou. 

Saúde dos olhos

Dados do Ministério da Saúde estimam que 30% das crianças em idade escolar apresentam alguma deficiência oftalmológica (erros de refração, ambliopia, conjuntivite, estrabismo, sequela de acidente ocular, malformação congênita etc.)

Diego Reis, da Diretoria de Jornalismo

Leia mais:

Cmei ganha quatro salas e abre mais 80 vagas

Prefeitura abre vagas em CMEI e libera R$ 2 mi para instituições de ensino