Balanço da Gestão

Ações da Secretaria de Administração trouxeram avanços para a gestão municipal

Ao longo dos últimos quatro anos, foram retomadas as concessões de benefícios e inúmeros enquadramentos, progressões e demais benefícios paralisados nos anos anteriores, bem como a análise e revisão em grande escala de uma série de adicionais para os servidores

Publicado em: 24 de dezembro de 2020 às 15:00 | última atualização: 18 de dezembro de 2020 às 11:44

Tamanho da fonte:
-A A A+

A Secretaria  Municipal de Administração (Semad), órgão da administração direta do município de Goiânia, tem, de acordo com a Lei Complementar nº 276/2015, entre outras, atribuições de formulação e  execução da política de administração de recursos humanos, a coordenação e execução das atividades de cadastramento, alocação, concessão de benefícios, capacitação, realização de concursos públicos e processos seletivos, bem como o processamento da folha de pagamento dos servidores da Administração Pública Municipal.

Além disso, a Semad faz a gestão centralizada de compras e suprimento de bens e serviços, contratação de obras, locações e alienações, mediante a realização dos processos licitatórios e a manifestação nas dispensas e inexigibilidades nas compras e contratações para órgãos e entidades da Administração Municipal, bem como a organização e manutenção de um Almoxarifado Central e do cadastro de fornecedores da Prefeitura.

Numa gestão marcada pelo maior volume de investimentos da história da capital, que deve alcançar cerca de R$ 1,5 bilhão, coube à Semad a realização dos certames licitatórios para aquisição de bens e serviços e contratações municipais. Em razão da gestão centralizada, foi inserida nas atividades da secretaria a programação anual de compras e também implantado a plataforma de compras do Governo Federal “Comprasnet”, ferramenta utilizada para realização das licitações de forma virtual, gerando com isso aumento na economia ao longo dos quatro anos equivalentes a mais de 1,6 bilhão.

Para execução da política de valorização dos servidores, uma determinação do prefeito Iris Rezende, foram retomadas, ao longo dos últimos quatro anos, as concessões de benefícios e inúmeros enquadramentos, progressões e demais benefícios paralisados nos anos anteriores, bem como análise e revisão em grande escala de uma série de adicionais, tais como: incentivos funcionais, desempenho profissional e responsabilidade técnica, resultando em várias suspensões e concessões, além de implementação nas fichas de movimentações com atendimento direto no Atende Fácil de forma digital com acompanhamento via sistema.

Com o objetivo de melhorar o funcionamento da máquina e suprir as vagas demandadas por aposentadorias e afastamentos legais de servidores, a Semad promoveu diversos processos seletivos de concurso para cargos em caráter temporário para várias áreas, além de inúmeras convocações de novos servidores aprovados nos concursos anteriores. Além disso, foi publicado edital de concurso para provimento de 1.531 vagas de caráter efetivo. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, no entanto, o certame foi suspenso.

A Semad também iniciou um rigoroso controle na realização de tombamento dos bens permanentes do Município e implantou o Manual de Procedimentos para a Gestão de Materiais e Controle Patrimonial da Prefeitura de Goiânia, bem como levantamento minucioso de todo acervo de bens permanentes do Município não inventariados, quando identificou registrados no sistema 597.092 bens permanentes, equivalentes ao valor total de mais de R$ 780 milhões.

De acordo com a secretária Municipal de Administração, Marcela Araújo Teixeira, as ações desenvolvidas pela Semad nos quatro anos da gestão Iris Rezende traduzem o esforço e comprometimento do prefeito de Goiânia para a melhoria na prestação dos serviços públicos e valorização dos servidores municipais, além da responsabilidade com as contas públicas da Prefeitura.

“Nossa gestão tem como pressuposto o exemplo e a determinação do prefeito Iris Rezende, que sempre primou pela responsabilidade na condução da coisa pública. Nossas ações trouxeram economia e eficiência à administração e permitiram a operacionalização de medidas de valorização para o servidor público”, pontua.

Cloves Reges, da Diretoria de Jornalismo