Comunicação

Prefeitura reforça roçagem e limpeza em áreas públicas

Confira os bairros onde as equipes da Comurg trabalham nesta semana

Publicado em: 06 de janeiro de 2021 às 15:45 | última atualização: 06 de janeiro de 2021 às 15:45

Tamanho da fonte:
-A A A+

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia de Urbanização (Comurg), intensificou a roçagem e limpeza das praças, canteiros, rotatórias, córregos, entre-pistas e demais áreas públicas. Os serviços estão no cronograma diário da Companhia, porém, com as chuvas que caíram nos últimos dias o crescimento da vegetação nas áreas urbanas da cidade ocorreu em maior proporção.

O trabalho é executado com o auxílio de tratores e micro- tratores, máquinas costal e manual. Desde o início da semana, os trabalhadores da limpeza urbana já retiraram mato alto de áreas públicas dos setores Jardim Itaipu, setor Bueno, Parque Atheneu, Jardim Planalto, Jardim América, Residencial Ana Clara, Vila Luci, Parque Amazônia, Jardim Mariliza, Jardim Novo Mundo, Vila Rezende, Leste Universitário, Setor Sul, Residencial Fidelis, Setor Serrinha, e avenidas como Marginal Botafogo e Perimetral Norte. Outros setores das regiões Leste, Oeste e Noroeste também estão incluídos na programação.

Durante o serviço, é retirada a vegetação daninha pela raiz, com a intenção de conter o seu crescimento. Além disso, o serviço aprimora o aproveitamento de espaços habitados na cidade, além de garantir o embelezamento das áreas públicas. Remover as ervas daninhas também ajuda a evitar que bocas de lobo e galerias ao redor do terreno fiquem entupidas.

O presidente da Companhia, Aristóteles de Paula, explica que no período chuvoso o crescimento da vegetação nas vias públicas acontece em maior proporção, requerendo a realização de operações para o controle do problema. Segundo ele, a Companhia conta com um cronograma de atividades que beneficia todas as regiões da cidade.

Limpeza nos lotes particulares

Nas áreas particulares, Aristóteles de Paula esclarece que a limpeza é responsabilidade do proprietário e quando não é realizada o mesmo é notificado e, posteriormente, autuado pela Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma). O valor da autuação pode chegar a R$ 1 mil e os custos pela limpeza variam de R$ 0,67 a R$3.80 por m2. de acordo com o serviço e zona urbana.

Hacksa Oliveira, da editoria de Urbanização
Foto: Luciano Magalhães