Maio Amarelo

Prefeitura realiza campanha educativa para redução de velocidade

Publicado em: 08 de maio de 2021 às 10:00 | última atualização: 08 de maio de 2021 às 10:14

Foto: Fernando Leite

Tamanho da fonte:
-A A A+

A programação do Maio Amarelo realizada pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM),  inclui ações específicas de combate ao excesso de velocidade no trânsito da capital. De acordo com o titular da Pasta, Horácio Mello, as medidas são contínuas já que o combate é diário.

"Essa é uma pauta mundial, que já foi tema, inclusive, de campanha da Organização das Nações Unidas (ONU), que estabeleceu uma década de medidas de combate à direção perigosa. Em Goiânia, nosso trabalho é bem planejado e com prioridade aos mais frágeis", conta Horácio.

O secretário explica que as ações visam a sinalização da capital, com atenção aos mais vulneráveis e ao cumprimento das especificações das vias. "As nossas campanhas educativas foram preparadas com muita atenção, pois reduzir acidentes e salvar vidas são algumas das principais missões dadas pelo prefeito Rogério Cruz e toda a secretaria está focada nisso", declara.

Velocidade

Dados da SMM mostram que a redução da velocidade com a implantação da chamada Zona 40, no Centro de Goiânia, reduziu drasticamente os acidentes de trânsito naquela região. Conforme Horácio Mello, a secretaria estuda expandir o projeto para outros locais da capital.

"Pensamos em alguns bairros mais residenciais. A ideia é privilegiar os mais frágeis também no leito asfáltico, nas vias locais com 30 km por hora", adianta Horácio, acrescentando que, apesar das campanhas, o ato de cidadania também é importante. 

"As pessoas precisam praticar mais cidadania nessa convivência no trânsito. E o nosso papel e determinação do prefeito Rogério é sinalizar bem a cidade dentro de um planejamento estratégico e conceito lógico, que ajudem a mudar comportamentos", finaliza.

A Prefeitura de Goiânia, por meio da SMM, implantou a Zona 40 com o objetivo de reduzir o número de acidentes, em especial atropelamentos, e garantir o trânsito de ciclistas no local, que é chamado de manto sagrado da cidade. Inclusive, pesquisa do Sindicato do Comércio Varejista no Estado de Goiás, (Sindilojas) feita logo após a medida mostrou que boa parte dos comerciantes aprovaram a redução de velocidade, porque, segundo eles, os motoristas passaram a observar mais a fachada do comércio no Centro e trouxe mais segurança na travessia do pedestre.

Esta é a 8ª edição da campanha Maio Amarelo cujo tema é "Eu respeito a faixa, eu respeito a vida: pratique no trânsito". Além de medidas constantes, ações pontuais serão realizadas durante todo o mês.

Márcia Abreu, da diretoria de Redação

Leia mais:

Desrespeito à faixa de pedestre contribui para violência no trânsito

Faixas exclusivas para motos ajudam reduzir conflitos no trânsito

Cinco maus hábitos no trânsito que geram multas e você não sabia