Ouça a notícia aqui

Familiares de crianças que frequentam o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Recanto do Bosque contam desde março de 2020 com o importante suporte da Oficina das Emoções. Trata-se de um serviço ofertado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs) a pais, mães e responsáveis com abalos emocionais provocados pela pandemia da Covid-19.

A oficina alterna dinâmicas de grupo e palestras, e tem duração de oito encontros semanais, com 1h30 cada. Para que aconteçam de forma segura, são atendidos grupos de apenas 12 pessoas a cada ciclo. “O foco do prefeito Rogério Cruz é cuidar das pessoas, e isso também abrange, logicamente, a saúde mental”, sublinha o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Zé Antônio.

O trabalho tem caráter preventivo e é comandado pela psicóloga Deuzeni Soares, com auxílio da assistente social Fernanda Rosa, ambas do Serviço de Proteção e Apoio Integral à Família (PAIF). “Ajudamos a comunidade a lançar um olhar construtivo diante das diferentes emoções, de modo a evitar o estresse e o sofrimento. Todo mundo foi afetado psicologicamente em algum grau pela pandemia. O transtorno da ansiedade, por exemplo, aumentou bastante”, afirma Deuzeni.

A iniciativa tem apresentado bons resultados. Pais e mães relataram durante os encontros melhora significativa no bem-estar individual e no convívio familiar. Os bons frutos são um indicativo de que a Oficina das Emoções deve avançar para outros bairros da capital.

Divino Rufino, da Diretoria de Redação

Oficina das Emoções

prefeitura de goiânia

Saúde