A Prefeitura de Goiânia, por meio da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), iniciou nesta quinta-feira (18/3) a instalação do projeto piloto de bueiros com cestos coletores para resíduos sólidos no Parque Areião. A iniciativa evita a poluição dos lagos e nascentes dos parques com o lixo que é arrastado pela enxurrada, permitindo a captação apenas da água das chuvas pelas galerias pluviais.

“O prefeito Rogério Cruz tem um cuidado muito grande com o meio ambiente e sabe que preservar os recursos naturais é a única maneira segura de construir o futuro”, afirmou a presidente da Amma, Zilma Campos Peixoto. “Por isso, nós estamos buscando soluções inovadoras para minimizar os impactos causados pelo lixo nas unidades de conservação da cidade”, disse.

A estrutura foi desenvolvida por servidores da Agência e confeccionada com chapas de metais reciclados, reduzindo os custos com a produção das unidades. De acordo com Zilma Peixoto, a expectativa da Prefeitura de Goiânia é expandir a ação e instalar os novos equipamentos em todos os parques da capital.

“É uma rede de filtragem que separa os resíduos sólidos da água, impedindo que o lixo seja levado pela chuva até os cursos de água que existem nos parques”, explicou. “Nós estamos iniciando a implantação desse projeto aqui no Areião, mas queremos em breve instalar unidades em todos os parques de Goiânia, tornando mais eficientes os sistemas de drenagem das áreas verdes da cidade”, disse Zilma Peixoto.

Cesto de metal do bueiro inteligente desenvolvido pela Prefeitura de Goiânia (AMMA)

Além de garantir que os resíduos não poluam a água dos parques, a iniciativa facilita a manutenção e a limpeza dos bueiros. “Após as chuvas é comum vermos pela orla dos lagos todo tipo de materiais que foram descartados de maneira incorreta e acabaram sendo levados pela água”, contou o diretor de áreas verdes da Amma, Ormando Pires. “Nós queremos evitar esse tipo de situações e ao mesmo facilitar a limpeza dos bueiros, uma vez que os resíduos já estarão acondicionados nos cestos e prontos para retirada”, disse Ormando Pires.

Vitória Caetano, da editoria de Meio Ambiente

Amma

Bueiros Inteligentes

goiânia

Meio Ambiente

prefeitura de goiânia

Urbanização