Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Infraestrutura

Prefeitura inicia a construção de novas pontes nos Córregos Caveirinha e Taquaral

As duas estruturas cederam durante forte temporal ocorrido no final de janeiro. O prazo para a conclusão é de 120 dias

Publicado em: 15 de abril de 2020 às 12:07 | última atualização: 15 de abril de 2020 às 12:07

A Prefeitura de Goiânia iniciou esta semana a construção de duas novas pontes, uma sobre o Córrego Caveirinha, na Avenida dos Pioneiros (Avenida C), Recreio Panorama e a outra sobre o Córrego Taquaral, na Avenida Padre Monte, no Bairro Goiá, em substituição às estruturas danificadas durante forte temporal ocorrido na noite do dia 21 de janeiro.

No Córrego Caveirinha, a nova estrutura estará sob a responsabilidade da Duna Engenharia Ltda, que deverá promover o projeto executivo da ponte, (largura 9,60 x 26,13 m de extensão), a do tabuleiro e do greide da pista (1,25 m acima do existente) para atender à cota de inundação atual e, também, a intervenção na drenagem superficial e profunda na área, a fim de proporcionar melhor qualidade de vida à população em geral.

Sob o valor de R$ 1.738.483,74, a empresa tem prazo de 120 dias para a concluir a obra.

Córrego Taquaral

Já a ponte da Avenida Padre Monte, sobre o Córrego Taquaral, no Bairro Goiá, além da estrutura, a empresa TCMA Tecnologia em Construções e Meio Ambiente Ltda será responsável também pela execução de terraplenagem, pavimentação, galerias de águas pluviais, estrutura de lançamento e calçadas.

A licitação emergencial foi fechada no valor de R$ 3.362.327,98 e a empresa tem prazo também de 120 dias para a conclusão.

A ponte antiga, construída com tabuleiro apoiado sobre o córrego Taquaral, teve as fundações dos encontros solapadas durante as fortes chuvas do início do ano, que provocaram o desabamento de parte do tabuleiro, comprometendo, entretanto, a sua estrutura, inviabilizando a sua recuperação.

Nara Serra, da editoria de Infraestrutura