Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

Prefeitura de Goiânia altera escalonamento de empresas e serviços

Medida atende reivindicação de segmentos econômicos sem maiores impactos no transporte coletivo

Publicado em: 21 de maio de 2020 às 18:59 | última atualização: 21 de maio de 2020 às 19:07

O prefeito Iris Reezende assinou nesta quinta-feira (21/5) o decreto nº 1071 que altera o decreto 1051, de 18 de maio de 2020 e faz adequações quanto aos horários de funcionamento das empresas, indústrias e dos serviços permitidos em Goiânia. O escalonamento passou a ser obrigatório na capital desde a última quarta-feira (20/5) com objetivo de minimizar a aglomeração de usuários em terminais e em pontos de embarque e desembarque do transporte coletivo, numa ação de combate à propagação da Covid-19.

Em atendimento às reivindicações de diversas categorias e por entender que as alterações não causam impacto no transporte coletivo, o novo decreto foi redigido om as seguintes adequações:

  • Oficinas de concessionárias passam a abrir junto com as demais oficinas, às 7h.
  • Profissionais liberais estão autorizados a abrir seus escritórios a partir das 8h30.
  • Clínicas e consultórios médicos, odontológicos e de demais profissionais de saúde podem abrir no horário normal, de acordo com o alvará de funcionamento de cada empresa.
  • Estabelecimentos que não estão mencionados no decreto, inclusive os deliverys, podem abrir às 9h30
  • Empresa de dedetização e controle de pragas estão autorizadas a abrir às 7h30

Os demais segmentos continuam com os horários definidos no decreto 1051, de 18 de maio de 2020

Veja aqui o Decreto 1050, de 18 de maio de 2020 já compilado com as alterações do Decreto 1071, de 21 de maio de 2020

Veja aqui o escalonamento completo

Valéria Almeida, da Diretoria de Jornalismo