Estamos migrando o conteúdo dos antigos sites da Prefeitura. Se não encontrar o que está procurando, CLIQUE AQUI e acesse o site antigo.

VOLTAR para o site antigo.

BETA i

Coronavírus

Prefeitura apresenta nesta semana plano de reabertura gradual

Secretário explica em live medidas tomadas pelo comitê de crise para garantir a flexibilização de forma segura a novos segmentos na capital

Publicado em: 16 de junho de 2020 às 17:44 | última atualização: 16 de junho de 2020 às 18:37

O secretário de Governo e presidente do comitê de crise da Covid-19, Paulo Ortegal, destacou durante live no Facebook da Prefeitura de Goiânia nesta terça-feira (16/6) que um plano de flexibilização, com previsão de datas, será divulgado ainda nesta semana pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende.

O prefeito Iris Rezende confirmou, por sua vez, em coletiva de imprensa, logo depois da live, que pretende assinar ainda esta semana o decreto com as novas flexibilizações. "Vamos seguir até que a situação já ofereça a oportunidade para que todas as instituições estejam abertas”, disse, acreditanto que tal situação não deve demorar.

Paulo Ortegal adiantou que o decreto de flexibilização assinado pelo prefeito seguirá acompanhado de nota técnica da Saúde e estudos de impacto por segmento, além dos protocolos de segurança. A partir daí, a cada semana ou 15 dias, no máximo, poderão ocorrer novas aberturas, desde que dentro dos protocolos. "Esperamos o apoio da população nessa tarefa que é de todos. Novas aberturas dependem da ajuda de todo mundo".

“Iremos encaminhar ao prefeito a sugestão para que ele possa estabelecer alguns segmentos que podem ter as suas atividades retomadas a partir da próxima semana”, disse o gestor, na live mediada pelo secretário de Comunicação, Vassil Oliveira.

Ortegal lembrou várias medidas adotadas pela gestão, como a ampliação de leitos e a disponibilização da Maternidade Célia Câmara como hospital de campanha. "Estamos em contato com a iniciativa privada para poder locar mais leitos de enfermaria e UTI para que a Prefeitura tenha condições de propor mais essa etapa de flexibilização”.

A primeira etapa foi feita no dia 1º de junho, quando a Prefeitura permitiu a reabertura de mercados municipais e de imobiliárias, além do reinício dos treinos de futebol profissional.

O titular do comitê também destacou as ações sociais tomadas pela gestão municipal, a partir de deliberações do comitê, como a entrega de 100 mil cestas e a locação de leitos em hotéis para acomodar pessoas em vulnerabilidade social. Ortegal também lembrou do diálogo com todos os segmentos desde as primeiras medidas tomadas para promover o distanciamento social.

“Nós estabelecemos um canal permanente com todos os segmentos da sociedade, todos os segmentos comerciais que foram atingidos direta ou indindiretamente pela pandemia estão tendo acesso direto com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, até para trazer suas reinvidicações e isso ser submetido ao gabinete de crise e ser objeto de flexibilização. Tem acontecido já no passado e vamos a partir de agora intensificar”, explicou.

Sobre a fiscalização das atividades essenciais que estão aptas a funcionar, o gestor lembrou que a orientação é para que os fiscais orientem antes de tomar medidas punitivas.

Vassil Oliveira também ponderou sobre a necessidade da parceria da população no sucesso da reabertura gradual.

“Qualquer medida que a Prefeitura tomar, qualquer flexibilização que ocorrer, ela terá que ser acompanhada de protocolo, organização, participação das pessoas de uma forma geral. Não depende só da Prefeitura o sucesso dessas ações, tem que ter o envolvimento e cada um assumindo a sua responsabilidade”, disse.

Obras
Vassil enumerou algumas obras na capital, como o Complexo Viário da Jamel Cecílio, Ponte da Vila Alpes, Praça do Trabalhador, Avenida Leste-Oeste - Tramo Leste e Oeste, Viaduto Enel, BRT e o recapeamento de 630 km de vias, e ouviu de Paulo Ortegal a garantia de que todas as obras serão entregues até 31 de dezembro.

“A ideia nossa é que todas essas obras e mais algumas, como 25 CMEIs que vamos concluir, todas essas obras estão com recursos assegurados, estão em caixa, não terão nenhum reflexo na área da Saúde, e tudo que nós estamos tendo condição de fazer (na Saúde) com recursos do Tesouro nós estamos fazendo”, garantiu.

Live
A transmissão ao vivo realizada por iniciativa da Secretaria Municipal de Comunicação é o novo canal entre a Prefeitura de Goiânia e a população para levar informações de serviços e prestação de contas ao cidadão.

Desde 2017 a atual gestão moderniza os canais de comunicação para facilitar a interação com a população. Foram lançados o novo site e um novo Portal da Transparência, que alçou Goiânia no posto da segunda capital mais transparente no uso dos recursos de combate ao coronavírus.

Antônio Bento, da Diretoria de Jornalismo